• juliana9986

Direção do Banco do Brasil sofre derrota na Previ com vitória da chapa 1

A direção do Banco do Brasil foi derrotada na disputa por vagas em uma diretoria e em quatro conselhos da Previ, o poderoso fundo de pensão dos empregados da instituição financeira. Com 58,14% dos votos, foi eleita a chapa 1, justamente à que faz mais oposição ao atual comando do BB.

Ressalte-se que, normalmente, a direção do Banco do Brasil não se envolve diretamente na briga por cargos na Previ. Mas, indiretamente, emite sinais sobre para qual lado está pendendo. Diante da rejeição dos funcionários da instituição pela gestão de Rubem Novaes, que renunciou à presidência do BB, o resultado não poderia ser diferente.

Veja os nome dos eleitos e os respectivas cargos:

Conselho Deliberativo Titular: Ernesto Shuji Izumi Suplente: Fábio Santana Santos Ledo

Titular: Carlos Alberto Guimarães de Sousa Suplente: Odali Dias Cardoso

Conselho Fiscal Titular: José Eduardo Rodrigues Marinho Suplente: Rene Nunes dos Santos

Diretor de Seguridade Wagner de Sousa Nascimento

Conselho Consultivo do Plano de Benefícios 1 Titular: Miriam Cleusa Fochi Suplente: Rita de Cássia de Oliveira Mota

Conselho Consultivo do Plano de Benefícios PREVI Futuro Titular: Maria Cristina Vieira dos Santos Suplente: Tânia Dalmau Leyva

Confira o placar da votação:

Chapa 1: 64.886 votos, 68,14%

Chapa 2: 30.948 votos, 27,73%

Brancos: 5.978 votos, 5,39%

Nulos: 9.787 votos, 8,77%

Total de votantes: 111.585

A eleição na Previ ocorreu em meio à grande expectativa sobre o futuro presidente do Banco do Brasil. O ministro da Economia, Paulo Guedes, esteve nesta segunda-feira (27/07) com o presidente Jair Bolsonaro para definir o sucessor de Rubem Novaes. Nada, porém, foi fechado.

Inicialmente, Guedes havia optado por uma solução caseira, puxando um dos vice-presidentes para o posto mais alto da cadeia de comando do BB. Mas, agora, o ministro pretende buscar alguém no mercado para dar sinais de que continua tendo apoio do setor privado.

Pelo comunicado enviado à Comissão de Valores Mobiliários (CVM), Rubem Novaes deverá se desligar efetivamente da presidência do Banco do Brasil até o fim desta semana. Ele continuará no governo como assessor especial de Paulo Guedes.

Correio Braziliense

Seguir:

9 9784-7687

Endereço

Telefone

(15) 3229.2990

Sugestões, dúvidas ou reclamações?

Preencha o formulário abaixo