top of page

Americanas: bancos e acionistas devem anunciar acordo de R$ 24 bi



A Americanas está a um passo de receber a maior capitalização da história, cerca de R$ 24 bilhões. A expectativa, segundo pessoas que participam das negociações, era que o acordo entre acionistas e bancos credores fosse fechado nesta terça (21), mas ainda não foi feito o anúncio.


Até o momento, o Banco Safra ficou fora, mas isso não inviabiliza o fechamento da proposta, que, caso seja mesmo concluída, seguirá ao juiz responsável pela recuperação da companhia. Se ele achar o plano viável, submeterá à apreciação de todos os credores.


No entanto, a avaliação dos bancos é que o Safra voltará atrás e assinará o acordo.


O arranjo prevê que Itaú, Santander, Bradesco e Banco do Brasil, entre outros, converterão parte de seus créditos –que somam R$ 19,5 bilhões no total– em até R$ 12 bilhões em ações da empresa. O restante dos créditos seguirá o fluxo de pagamentos, em parcelas e com descontos, dentro do processo de recuperação.


Os acionistas de referência –os bilionários Jorge Paulo Lemann, Marcel Telles e Beto Sicupira– colocarão até R$ 12 bilhões na companhia.


O dinheiro servirá para dar fôlego à varejista que está em recuperação judicial com uma dívida de R$ 42,6 bilhões devido a inconsistências contábeis de R$ 20 bilhões decorrentes de operações envolvendo fornecedores, o chamado risco sacado.

Comments


bottom of page