• Sindicato dos Bancários

Bradesco se prepara para “acolher” o HSBC


A palavra correta foi momento de acolhimento. Em reunião ocorrida ontem (21.06) em São Paulo com o RH do Bradesco, que foi representado pela Sra. Eduara e pelo Senhor Fernando, obtivemos algumas informações que são importantes para o grupo de trabalhadores do HSBC. É importante frisar que o banco não mudou sua forma de trabalho independente das incorporações pelas quais já passamos e não parece ter mudado de postura na atual situação. Outro fato importante é o de que ainda existem duas administrações e só estarão sendo unificado a partir do próximo dia 1º de julho, motivo pelo qual alguns questionamentos ficaram sem uma resposta final. Dos assuntos polêmicos não foi possível obter resposta sobre a PLR, que será encaminhado à direção do banco para posterior relato. Abaixo algumas perguntas e respectivas respostas: -Como fica a questão do emprego? O banco vai aproveitar mais os incorporados, que serão acolhidos e por conta das demandas das agências sobrarão poucas sobreposições. O banco dará oportunidade a todos; Os salários são diferenciados, mas no momento o trabalho será de acolhimento; -Como ficam os planos de saúde? O banco prioriza o seu plano de saúde e é este que será ofertado aos incorporados. -E o Plano de saúde para os aposentados e demitidos, como fica? O banco não tem esta política de estender o plano para quem não faz mais parte da instituição; -O banco vai priorizar seus funcionários? Hoje é impossível fazer comparações entre este e aquele funcionário, é prematuro dizer que alguém terá prioridade, mas o banco prima pelos bons profissionais e a oportunidade será igual para ambos os bancos; -E a Comissão de Conciliação Previa (CCP) do HSBC, como fica? O Banco não entende que a CCP seja uma boa ferramenta para trabalho, é conceitual, portanto não dará seguimento neste assunto; -Bolsa de estudos para todos? Não. O Bradesco já atua nesta área e faz um bom trabalho com a Fundação Bradesco e na pré-seleção o banco só contrata pessoas com nível escolar elevado; -Porque o banco só custeia MBA para GGs de grandes agências? Este critério não existe, isso depende do grau de desenvolvimento de cada funcionário e aquele que se desponta, ganha a oportunidade de fazer cursos para um aproveitamento maior; -Porque o banco não cria o Programa de Complementação de Resultados (PCR)? O banco não vê isso com bons olhos. Acredita que isso poderá criar uma competitividade desleal entre os funcionários. Isso não é saudável e o banco já teve esta experiência negativa no passado; -Quanto às promoções e transferências, porque o banco não atua pontualmente? Nem sempre o banco sabe das promoções. Existe um programa, mas as administrações não esperam o tempo e resolvem do seu modo. O banco vai apurar este procedimentos e cumprirá as normas; Fiz uma pontuação dos casos ocorridos em Sorocaba ( agências 0152 e 1008 ) onde o banco demorou para tomar atitude e em outro caso promoveu e depois demitiu, momento em que o clima ficou morno durante a reunião; Quanto ao vale cultura, ponderamos que não existem pontos para a utilização deste beneficio e que a bandeira Alelo não tem aceitação por conta do custo elevado e o banco vai analisar o caso; O programa VIVA BEM também foi citado e por parte do banco os informes são positivos, que são elogiados pelos bancários que fizeram uso desta ferramenta. De nosso lado a desconfiança ainda é o maior temor, mas pedimos para o banco reforce os informes sobre o programa, para que os trabalhadores se familiarizem com ele. Trata-se de uma empresa contratada, que não tem contato com o banco e passa somente os casos em que foi acionada para auxiliar, sem citar nomes, afirma o banco; Houve um problema com o fornecimento das vacinas (H1N1) motivo da falta em algumas regiões do País, mas agora esta regularizada e a vacinação segue até o mês de julho/16; Nova reunião com o banco está sendo preparada para a segunda quinzena de agosto, antecedendo a campanha salarial 2016. Por Julio Cesar Machado

#1 #bradesco

Seguir:

9 9784-7687

Endereço

Telefone

(15) 3229.2990

Sugestões, dúvidas ou reclamações?

Preencha o formulário abaixo