top of page

Visa permitirá uso de criptomoeda para pagamentos

Decisão é o mais recente sinal da crescente aceitação de moedas digitais pela indústria financeira



A Visa disse nesta segunda-feira (29) que permitirá o uso da criptomoeda USD Coin para liquidar transações em sua rede de pagamentos, no mais recente sinal de crescente aceitação de moedas digitais pela indústria financeira.

A empresa disse à agência de notícias Reuters que lançou o programa piloto com a plataforma de pagamento e criptografia Crypto.com e planeja oferecer a opção a mais parceiros ainda este ano.

O bitcoin, criptomoeda mais popular, saltou com a notícia, subindo 4,5% para US$ 58.300 (R$ 337,7 mil), reaproximando-se do recorde acima de US$ 61 mil (R$ 179,6 mil) atingido no início do mês. A moeda USD Coin é uma criptomoeda estável (stable coin) cujo valor está atrelado diretamente ao dólar americano.

A mudança da Visa ocorre no momento em que empresas como BNY Mellon, BlackRock e Mastercard sinalizam fazer mais uso de criptomoedas para investimento e pagamento.

O presidente da Tesla, Elon Musk, um grande defensor das criptomoedas, também disse na semana passada que os clientes podem comprar seus veículos elétricos com bitcoin, na esperança de encorajar o uso diário da moeda digital.

Desde o início do ano, a criptomoeda também tem ganhado apelo entre investidores institucionais, como o fundo Renaissance Technologies e as gestoras AllianceBernstein e Guggenheim Partners. Gestores de destaque em Wall Street também investem na moeda, como os americanos Paul Tudor Jones, Stanley Druckenmiller e Bill Miller.


"Vemos uma demanda crescente de consumidores em todo o mundo para poder acessar, manter e usar moedas digitais e estamos vendo uma demanda de nossos clientes para poder construir produtos que forneçam esse acesso para os consumidores", disse Cuy Sheffield, chefe da criptografia na Visa.

Tradicionalmente, se um cliente escolhe usar um cartão Visa Crypto.com para pagar por um café, a moeda digital mantida em uma carteira precisa ser convertida em dinheiro tradicional.

A carteira de criptomoedas deposita a moeda tradicional em uma conta bancária, a ser transferida para a Visa para liquidar as transações, adicionando custo e complexidade aos negócios.

A última ação da Visa, que usará o blockchain Ethereum, elimina a necessidade de converter moedas digitais em dinheiro tradicional para que a transação seja liquidada.

A Visa afirmou que fez parceria com o banco digital Anchorage e que liquidou a primeira transação este mês, com a Crypto.com enviando USD Coin para o endereço Ethereum da Visa no Anchorage.


Folha de SP

Comentarios


bottom of page