• Bancários Sorocaba

Sindicatos protestam contra o banco Santander


Na manhã desta quarta-feira, 24, os Sindicatos dos Bancários de todo o país vão se reunir contra o Banco Santander. O motivo refere-se ao número de contratações de trabalhadores que exercem a função de bancários, mas possuem salários e demais verbas trabalhistas menores do que são pagos à categoria.


Intitulado #SantanderSomosBancários, o tuitaço está marcado para as 10h, o objetivo é fazer com que a instituição negocie e pague o quadro de funcionários terceirizados de acordo com a CCT (Convenção Coletiva de Trabalho).


Somente no 3º trimestre deste ano, o Santander obteve lucro líquido societário de R$ 4,272 bilhões o que representa uma alta de 12,1% na comparação com o mesmo trimestre de 2020.


Confira alguns dos direitos que mudam:


  • Adicional noturno: o bancário possui 35% de adicional para o trabalho entre 22h e 6h. Em jornada até às 00hh00, o terceirizado não recebe adicional;


  • Vale-transporte: desconto de 4% para o bancário / desconto de 6% para terceirizados;


  • PLR: 5% do lucro líquido do banco para o bancário, de acordo com a CCT / Trabalhador terceirizado recebe com base na produtividade;


  • VA + VR: Valor para o bancário: 1.370,17 / Valor para terceirizado: 1.000;


  • Jornada de trabalho: a legislação atual determina que a hora extra seja paga com 50% de adicional (segunda a sábado) e 100% (domingos e feriados) / O trabalhador terceirizado, caso cumpra jornada de 8 horas, perde adicional de hora extra para as 7ª e 8ª horas.

0 comentário