top of page

Sindicato dos Bancários de Sorocaba e região ganha ação coletiva contra o Banco do Brasil

processo refere-se à sétima e oitava horas do bancário

Presidente Júlio Cesar com o bancário Celso Luís Bossolan
Presidente Júlio Cesar com o bancário Celso Luís Bossolan

O Sindicato dos Bancários de Sorocaba e Região recebeu e pagou a ação coletiva “sétima e oitava horas” contra o Banco do Brasil para o cargo de assistentes de negócios A.


O processo, que faz jus a jornada contratual de 8 horas, para pagamento da 7ª e 8ª hora como extra, (reconhecido pelo banco de 2007 a 2012), seguirá discutindo diferenças no processo até 2019 e com a inclusão de outros bancários.


De acordo com o artigo 224 da Consolidação da Leis Trabalhistas (CLT), o turno de trabalho dos bancários é de seis horas diárias. A exceção fica por conta dos cargos comissionados – também conhecidos como funções gratificadas. Porém, o funcionário recebe uma compensação de 55% sobre o valor do salário referente ao cargo e jornada estendida.


Celso Luís Bossolan tem 56 anos, é aposentado há 2 anos e foi funcionário do Banco do Brasil há 34. Segundo ele o processo foi aberto em 2012 e reconhecido em 2021. “Exerci a função de assistente de negócios de 2007 a 2019 e nesse período trabalhei por 8 horas, mas o regime dizia 6”, afirma.


Ele reforça que a participação do sindicato foi fundamental para melhor informar os bancários sobre a situação e que a iniciativa da ação foi da instituição. “Todo o meu tempo de bancário fui sindicalizado, sempre me senti na obrigação de ser sindicalizado e nunca me decepcionei, nesses 34 anos no banco quando mais se nota a presença do sindicato é na época do reajuste salarial, da briga por salários justos”, afirma.


Outro caso é da Márcia Bueno Manis, que trabalhou no Banco do Brasil por 16 anos, primeiro exercendo a função de Assistente de Negócios e depois como gerente de pessoa jurídica.


Ela conta que achava justa a causa e acatou o processo junto as colegas de trabalho. “Eu não acreditava que ganharia, o sindicato aceitou a ação e em 2021 recebemos a diferença. O sindicato trabalhou muito bem, por isso, oriento todos os jovens para que sejam sindicalizados”, conclui.



Comentarios


bottom of page