• Bancários Sorocaba

Governo Bolsonaro elabora proposta para diminuir FGTS de todos os trabalhadores


O governo Jair Bolsonaro estuda uma ampla flexibilização nas regras do FGTS sob a justificativa de reduzir o custo dos empregadores na contratação.


O Ministério da Economia propõe cortar a alíquota de contribuição que as empresas recolhem sobre o salário dos trabalhadores, de 8% para 2%, e reduzir a multa paga em caso de demissão sem justa causa, de 40% para 20%.


Hoje, as empresas precisam recolher 8% do salário em uma conta individual do FGTS em nome do empregado. Esse recurso fica no fundo e pode ser resgatado em algumas situações, como compra da casa própria ou demissão sem justa causa.


Ao elaborar as medidas, o governo alega que a redução da carga tributária "favorece o crescimento e o desenvolvimento econômico do país, pois auxilia na retomada da atividade econômica, bem como na geração de emprego e renda".




0 comentário