top of page

Federação dos Bancários de São Paulo e Mato Grosso do Sul entrega minuta de reivindicações à Fenaban


Nesta terça-feira (18), a Federação dos Bancários dos Estados de São Paulo e Mato Grosso do Sul (Feeb SP/MS) entregou à Federação Nacional dos Bancos (Fenaban) a minuta de reivindicações para a Campanha Nacional de 2024, que busca a renovação da Convenção Coletiva de Trabalho da categoria bancária.


O evento ocorreu em São Paulo, com a presença dos membros do Comando Nacional dos Bancários, representantes da Fenaban e da diretoria da Feeb SP/MS, incluindo David Zaia, presidente da entidade e vice-presidente da União Geral dos Trabalhadores (UGT), Ana Stela Alves de Lima, vice-presidente, e Reginaldo Breda, secretário-geral.


Também estiveram presentes Lourival Rodrigues, presidente do Sindicato dos Bancários de Campinas, e Tesifon Quevedo Neto, representante em comissões importantes.


David Zaia destacou a importância da negociação democrática, especialmente em um momento de grandes mudanças no setor bancário, incluindo avanços tecnológicos e novas empresas no sistema financeiro. Ele enfatizou o compromisso da Feeb SP/MS em conduzir um processo de negociação profundo e inclusivo, considerando todas as realidades enfrentadas pelos bancários.


Além da minuta geral, foram entregues propostas específicas para os bancos BB e Caixa, visando a renovação dos Acordos Coletivos de Trabalho (ACTs) de cada instituição.


A elaboração da minuta passou por diversas etapas, incluindo conferências regionais e estaduais, Consulta Nacional dos Bancários com ampla participação, e aprovação final na 26ª Conferência Nacional dos Trabalhadores do Ramo Financeiro e em assembleias em todo o país, com apoio significativo dos votantes.


Os nove eixos principais da minuta de reivindicações incluem aumento real de 5% (INPC + 5%), melhorias na PLR, fim de práticas de assédio por metas, representação ampliada dos trabalhadores, defesa contra impactos tecnológicos nos empregos, redução de taxas de juros, reforma tributária progressiva, fortalecimento sindical, aumento da sindicalização e apoio a candidatos comprometidos com os direitos dos trabalhadores nas eleições de 2024.



Comments


bottom of page