top of page

Campanha Salarial: Funcionários do Banco do Brasil cobram igualdade e política de combate ao assédio


A Comissão de Empresa dos Funcionários do Banco do Brasil (CEBB) se reuniu na sexta-feira (15) com o banco e cobrou mais igualdade e oportunidade e a implantação de uma política de combate ao assédio nos bancos.


A reunião fez parte da rodada específica de negociação da campanha salarial de 2022.


Na reunião, bancários enfatizaram, a cobrança por políticas de combate a toda forma de abuso no ambiente de trabalho. O pedido foi reforçado devido ao crescimento de denúncias vindas dos trabalhadores bancários, de assédio sexual e moral no ambiente de trabalho.


O Banco apresentou diversos instrumentos desenvolvidos e mostrou disposição para aprimorar, além de concordar com a importância do tema e com a necessidade de avançar no combate ao assédio sexual.



Commentaires


bottom of page