top of page

Caixa perde 2,3 mil empregados com novo PDV

O saldo do Programa de Demissão Voluntária (PDV) lançado pela direção da Caixa no início deste mês foi apresentado, no dia 25, pelo presidente da Caixa, Pedro Guimarães. A intenção era desligar até 7,2 mil trabalhadores que estão perto da aposentadoria ou gostariam de deixar o banco, mas apenas 2,3 mil aderiram.

Apesar de aquém do esperado pelo banco, o volume de adesões preocupa as entidades que representam os trabalhadores. Mais de 17 mil bancários já saíram da Caixa desde 2015. Com isso, o quadro de pessoal caiu de 101,5 mil para 84 mil e o número de contas de clientes por empregado subiu de 693 para 1.519.

“A Caixa precisa, com urgência, repor os trabalhadores desligados desde 2014. Sem contratações, há sobrecarga de trabalho e o atendimento à população só piora”, disse o diretor-presidente da Apcef/SP, Leonardo dos Santos Quadros.

Abaixo-assinado – Para reforçar a luta por mais contratações, a Fenae e a Contraf-CUT iniciaram um abaixo-assinado por mais contratações.


Apcef SP

bottom of page