• juliana9986

Bradesco lança Bitz, empresa de carteira digital e contas de pagamento

Nova companhia escolheu a Cielo como provedora de serviços tecnológicos


O Bradesco anunciou nesta segunda-feira (14) o lançamento de sua nova carteira digital e conta de pagamentos. A expectativa é que o Bitz, como foi batizado, tenha uma fatia entre 20% e 25% de participação do mercado de carteiras digitais dentro de três anos.

A nova empresa será liderada por Curt Zimmermann e já está em operação a partir desta segunda. O Bitz possibilitará que os clientes guardem dinheiro, façam pagamentos, transferência, recebimento, recarga de celular, pagamentos via QR Code e compras online.

Segundo Zimmermann, além de o Bitz conversar com o Next e com a Ágora —banco digital e plataforma de investimentos do Bradesco, respectivamente—, a nova empresa também oferecerá inclusão de uma parcela da população que é desbancarizada ou ainda tem pouco acesso ao sistema financeiro.

"Já temos uma gama de clientes dentro do banco digital, mas o que vimos é que existe uma grande parcela que prefere uma versão mais pré-paga dos serviços, e não necessariamente uma conta no banco digital. O Bitz atende esse público também", disse.

Em 1º de setembro, o Bradesco já havia anunciado a separação do Next também para uma empresa independente do banco privado, como forma de impulsionar a inovação dentro do grupo.


Segundo Zimmermann, o Pix, sistema de pagamentos instantâneos do Banco Central, também será uma boa oportunidade de crescimento da nova companhia. O sistema deve ser lançado em novembro no país.


“Como o Pix universaliza as transferências automáticas e em tempo real, vemos uma oportunidade gigante para que a carteira do Bitz já venha interoperando com todas as outras carteiras do mercado em curtíssimo espaço de tempo. Vamos viabilizar tudo isso assim que possível”, disse.

O executivo afirmou, ainda, que o Bitz está passando por processos de aquisição de outras duas empresas e deve investir R$ 100 milhões em suas operações no primeiro ano de seu funcionamento.

“Vamos anunciar, em breve, duas aquisições que são justamente para complementar nosso parque tecnológico e para incorporar uma base de clientes ao Bitz. Temos um plano de negócio agressivo e teremos um crescimento acelerado imaginado a partir dessas aquisições”, disse.

A nova empresa terá uma estrutura societária e financeira independente do banco Bradesco.

O Bitz rentabilizará, de acordo com Zimmermann, por meio de comissões feitas com parceiros para oferta de produtos e serviços financeiros –como é o caso da parceria da plataforma para oferta de crédito da Losango– e por receitas transacionais, como taxas de manutenção que puderem existir, saques do Banco24Horas, tarifas pagas por pagamento para a Cielo e emissão de novos cartões, entre outros.

A plataforma contará com gratuidade para transferência de dinheiro via TED, pagamento de boletos ou entre contas Bitz. O saldo que permanecer na carteira terá rendimento diário correspondendo a 100% do CDI (Certificado de Depósito Interbancário, normalmente usado como referência para rendimento de produtos de renda fixa).

Em comunicado aos seus acionistas, a Cielo afirmou que foi escolhida como prestadora de serviços tecnológicos do Bitz.

“A Cielo está orgulhosa por participar dessa iniciativa com o Bitz, que vai impulsionar o uso do celular como ferramenta de pagamentos e consolidar a posição da companhia como provedora de uma plataforma tecnológica de ponta”, afirmou Paulo Caffarelli, presidente da Cielo, em nota.

“Além disso, as transações via QR Code geradas pelos usuários Bitz em nossas máquinas ajudarão a expandir as receitas dos terminais”, disse.

FOLHA DE SP

Seguir:

9 9784-7687

Endereço

Telefone

(15) 3229.2990

Sugestões, dúvidas ou reclamações?

Preencha o formulário abaixo