top of page

Bancos públicos ficarão subordinados ao Ministério da Fazenda, a única exceção deve ser o BNDES


Foi anunciado nesta segunda-feira (12) pelo governo Lula que os bancos públicos federais ficarão subordinados ao Ministério da Fazenda, que voltará a existir.


Segundo o futuro ministro da Casa Civil, Rui Costa, o Banco do Brasil, a Caixa Econômica Federal, o Banco do Nordeste e o Banco da Amazônia estarão sob a responsabilidade do futuro ministro Fernando Haddad, anunciado na sexta-feira (09) como titular da Fazenda.


A única exceção deve ser o BNDES que deve voltar ao Ministério da Indústria e Comércio (Mdic).




Comentarios


bottom of page