top of page

Bancos públicos anunciam redução de juros do empréstimo consignado após corte da Selic


Os bancos públicos Caixa e Banco do Brasil anunciaram cortes nas taxas do consignado do INSS, no mesmo dia em que foi definida nova queda da Selic (os juros básicos).


Nesta quarta-feira (20), o Copom (Comitê de Políticas Monetárias do Banco Central) comunicou um novo corte da Selic, de 13,25% ao ano para 12,75% ao ano, o menor patamar em 16 meses.


É a segunda redução consecutiva, após um longo período de manutenção dos juros e o Banco do Brasil anunciou que o crédito consignado para o setor público e o crédito estruturado (com garantias) passam a contar com taxas de juros a partir de 1,19% ao mês e 1,21% ao mês, respectivamente.


Nos juros do consignado do INSS, o BB reduziu de 1,75% ao mês para 1,71%, na faixa mínima, e de 1,89% ao mês para 1,85% ao mês no patamar máximo.


As novas taxas são válidas já a partir desta quinta-feira (21) e o banco afirmou que também houve corte em empréstimos para pessoa jurídica e micro e pequenas empresas, com as condições variando conforme o perfil do cliente.


Já a Caixa anunciou que a taxa média de juros no consignado passa de 1,61% ao mês para a partir de 1,55% ao mês, também a partir de quinta-feira. O banco ainda não informou os novos juros especificamente do consignado do INSS.


Para as micro e pequenas empresas, a Caixa oferece capital de giro a partir de 0,99% ao mês, corte de 0,22 ponto percentual, na comparação com a taxa anterior.



Comentarios


bottom of page