• Sindicato dos Bancários

Bancos lideram ações trabalhistas em São Paulo, e aviso prévio é principal reclamação


Segundo o TRT, número de processos aumentou 7% no ano passado e chegou a 328 mil. Em todo o país, foram aproximadamente 3,4 milhões

O Tribunal Regional do Trabalho da 2ª Região, o maior do país, com abrangência na Grande São Paulo e Baixada Santista, recebeu 328.137 processos no ano passado, crescimento de 7% em relação a 2018. De acordo com balanço divulgado nesta quinta-feira (30), o movimento processual resultou em pagamento de R$ 3,9 bilhões para os envolvidos nas ações (reclamantes e reclamados). Segundo o TRT-2, a maior parte, 63%, foi paga por meio de acordos intermediados pelos Centros Judiciários de Soluções de Conflitos. Em todo o país, a Justiça do Trabalho recebeu quase 3,4 milhões de ações (3.377.004) e julgou 3,6 milhões (3.522.630).

O pagamento de aviso prévio foi o tema mais constante nas reclamações trabalhistas. Em seguida, vêm a multa do 40% do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS), atraso no pagamento de verbas rescisórias, férias proporcionais e 13º salário proporcional. Serviços, comércio e indústria, nessa ordem, foram os setores com mais reclamações.

Entre as empresas com mais processos, três são do setor financeiro: Itaú, Bradesco e Santander, em primeiro, segundo e quinto lugar, respectivamente. A Vivo está em terceiro e o Pão de Açúcar, em quarto.

O TRT também divulgou as principais empresas devedoras, com a OAS aparecendo na primeira posição. Em seguida, Petrobras, Persico Pizzamiglio, Empresa de Transportes Itaquera Braisl e Concessionária do Aeroporto Internacional de Guarulhos.

O estoque de processos caiu de 245.968, no final de 2018, para 236.710. A queda foi de aproximadamente 9%. No país, o resíduo diminuiu e agora é de 1,7 milhão (1.679.704).

Fonte: redebrasilatual

#sindnews

Seguir:

9 9784-7687

Endereço

Telefone

(15) 3229.2990

Sugestões, dúvidas ou reclamações?

Preencha o formulário abaixo