O ANO ERA 1985!


Sem saber que fariam parte da historia da categoria bancaria, em 1985 os bancários de Sorocaba participavam da greve daquele ano.

A manifestação descia a Rua XV de Novembro, a polícia acompanhava os manifestantes, mas não havia o isolamento das vias como nos dias de hoje e assim o transito ficava prejudicado.

Em dado momento e por orientação do movimento sindical, aqueles manifestantes param e sentam em plena via pública.

Este era o quadro geral em quase todas as cidades do país e não poderia ser diferente em Sorocaba. Hoje poucos ou quase nenhum deles ainda trabalham em banco, a grande maioria já esta aposentada ou quase. Alguns, por motivos diversos foram dispensados e seguiram outras carreiras na vida.

Porem, o que eles não sabiam era que após estas manifestações, adquirimos os benefícios que até então não se imaginava, como tíquete refeição e depois o alimentação e por fim o cesta de natal. Os planos de saúde, que era para poucos e muito desejados.

Consideramos a cereja do bolo a conquista da PLR, que fatia um pedaço do bolo “patronal” e divide com aqueles que realmente buscam os resultados sempre expressivos.

Este é nosso trabalho! Dói em nossos ouvidos quando o bancário, ao ser abordado pelo dirigente sindical para se filiar a sua entidade representativa, pronuncia a frase “eu não uso o sindicato!”

Isso é desconhecer nossa historia, é desrespeitar o esforço daqueles que se sentaram no chão de uma via pública, perderam o emprego por maldade profissional, entre outras qualidades e conquistas que obtiveram para que o futuro fosse melhor.

Você não usa o sindicato! Pense nesses informes antes de responder ao chamado da categoria e lembre-se que, Sesc, Senac, Senai, Sesi, Febraban, CNI são sindicatos patronais e tem muito dinheiro, por isso querem tirar o dinheiro do movimento sindical dos trabalhadores!

Julio César Machado

Presidente do Sindicato dos Bancários de Sorocaba e Região

#sindnews

Posts recentes

Ver tudo

Seguir:

Endereço

Telefone

(15) 3229.2990

Sugestões, dúvidas ou reclamações?

Preencha o formulário abaixo