Criminosos amarram explosivo em gerente durante tentativa de roubo a banco em Diadema (SP)


Polícia conseguiu desarmar o artefato; Caso acontece um dia após operação que matou 11 criminosos em Guararema, no interior paulista

SÃO PAULO - Um dia após duas agências bancárias serem alvo de uma quadrilha em Guararema, no interior de São Paulo, um homem teve artefatos explosivos amarrados ao corpo durante uma tentativa de roubo a um banco em Diadema, no ABC. O Grupo de Ações Táticas Especiais (Gate) foi acionado e retirou o objeto da vítima, que era gerente da agência.

O homem estava com uma tornolezeira que continha materiais explosivos e que, supostamente, seriam acionados remotamente pelo celular. O material foi detonado depois que o sinal de celular foi bloqueado na região.

A tentativa de assalto aconteceu na manhã desta sexta-feira. Por volta das 9h20, dois criminosos foram surpreendidos pela polícia dentro da agência, que pertence ao banco Santander. Os dois assaltantes fugiram. Outro seis suspeitos de envolvimento no crime foram presos. A área foi isolada e o comércio da região, fechado.

O caso chama a atenção no dia seguinte a uma megaoperação da polícia de São Paulo em Guararema. Onze criminosos foram mortos, e três foram presos. Os outros 11 continuam foragidos.

O Globo

#santander

0 comentário

Posts recentes

Ver tudo