Saiba acertar no pedido da aposentadoria por idade


Novo modelo de concessão promete dispensar o segurado de ir ao posto; dados têm que estar em dia

Os segurados que pedem a aposentadoria por idade no INSS não precisam mais marcar o atendimento em uma agência da Previdência. A concessão automática começou em 21 de maio deste ano, mas, na prática, não quer dizer que os segurados estejam recebendo o benefício mais rapidamente.

Um maneira de aumentar as chances de uma concessão realmente automática é dar atenção ao Cnis (Cadastro Nacional de Informações Sociais), principal documento dos segurados na Previdência. Se ele não tiver todas as contribuições necessárias, a concessão trava.

Para ter a aposentadoria por idade, a maioria dos segurados precisa ter 15 anos de contribuição. Além disso, é necessário que atinjam as idades de 60 (mulheres) e 65 anos (homens).

[ x ]

A falta de tempo de contribuição é um dos principais motivos que levam o INSS a barrar a concessão do benefício. Isso ocorre porque, em geral, o segurado julga ter o tempo total registrado no Cnis, mas pode ser que algum patrão não tenha informado corretamente os dados ao INSS.

Outros erros mais simples, como um sobrenome trocado ou a data de admissão diferente da carteira de trabalho, também podem levar o sistema de análise de direito a não reconhecer o período. Essas falhas exigirão do segurado a iniciativa de pedir a correção do cadastro.

No caso dos autônomos, que fazem os próprios recolhimentos à Previdência, usar o código errado no carnê também interfere nos dados registrados no Cnis e poderão atrasar o reconhecimento da aposentadoria.

INSS DIZ QUE HÁ ALTA NOS PEDIDOS

Dados publicados pelo Agora no sábado (8) mostram que os benefícios por idade saíam mais rápido no ano passado, quando ainda não havia a concessão automática, do que agora, após a modernização no sistema.

A espera média por uma resposta subiu de 72 dias, em outubro de 2017, para 88 dias, no mesmo mês deste ano. Segundo o INSS, o número de pedidos de aposentadoria também subiu e isso contribuiu para o aumento na espera pela concessão.

Fonte: Folha de SP

#sindnews

Posts recentes

Ver tudo

Seguir:

Endereço

Telefone

(15) 3229.2990

Sugestões, dúvidas ou reclamações?

Preencha o formulário abaixo