• Sindicato dos Bancários

Campanha Salarial se alonga


Desde o dia 13 de junho, quando o movimento sindical protocolou minuta de intenções/reivindicações junto a Fenaban, os representantes dos bancários estão abertos às negociações.

A Fenaban por sua vez, também tem afirmado esta disponibilidade e vem cumprindo os agendamentos, muito embora tenhamos obtido pouco ou quase nenhum retorno!

“Mas o que não podemos esquecer é que enquanto temos a mesa de negociação aberta, com agendamentos pontuais, não podemos pensar em greve, pois isso levaria nossa negociação para o ajuizamento de dissídio, o que nunca foi bom para nenhuma categoria profissional e os banqueiros sabem disso”, explica Julio Cesar Machado, presidente do Sindicato dos Bancários de Sorocaba e Região.

A questão da retirada da PLR das gestantes e dos adoecidos é uma afronta à categoria profissional, simplesmente pelo fato de que a maioria dos trabalhadores bancários (mais de 53% apontado pelo DIEESE) é do sexo feminino e os adoecimentos são causados pelo próprio banco em sua grande e esmagadora maioria. As divergências quanto ao pagamento dos tíquetes e do auxílio creche/babá, inclusive do adiantamento da PLR, tem como alegação da Fenaban o encaixe junto ao E-social e pode dar garantias jurídicas, sem o pagamento de impostos pela parte patronal, pois não são verbas remuneratórias.

A falta da assinatura do pré-acordo deixa clara a instabilidade que muitos sentem com respeito a possibilidade da contratação dos temporários, terceirizados e intermitentes. A Fenaban insiste que essa garantia não precisa ser clausulada e que funcionários devem confiar neles. Sem clausular, não dá!

“De qualquer modo, até agora, não temos garantia de emprego, temos um ganho real ‘pequeno’ tendo em vista a lucratividade sempre crescente dos bancos, estamos às voltas com uma das maiores injustiças da categoria com a proposta da retirada da PLR para os afastamentos por gravidez ou adoecimento, além de trabalhar no ‘fio da navalha’ com a sombra da ultratividade, que não garante a continuidade desta CCT após o dia 31 de agosto. Como sempre e responsavelmente, estamos trabalhando para minimizar os acontecimentos e no mínimo, garantir o que já temos conquistado em CCT.” Explica Julio.

SEEB Sorocaba

#sindnews

Seguir:

9 9784-7687

Endereço

Telefone

(15) 3229.2990

Sugestões, dúvidas ou reclamações?

Preencha o formulário abaixo