Criminosos explodem banco em Cerquilho


Seis criminosos agiram na madrugada de ontem em Cerquilho e invadiram a agência do banco Santander, explodindo quatro caixas automáticos. Não houve troca de tiros e ninguém ficou ferido. Criminosos fortemente armados continuam agindo na região explodindo agências bancárias. O crime em Cerquilho foi praticado menos de uma semana depois de um ataque em Sorocaba.

Usando um carro não identificado preto, eles fugiram com uma quantia não declarada de dinheiro. Ninguém foi preso. O banco fica na região central da cidade. A força da explosão das bombas danificou apenas o banco, deixando outras construções próximas intactas. Na ação de ontem, o bando optou por jogar pregos retorcidos na entrada da agência para evitar a aproximação de algum veículo.

Ataques recorrentes

Cerquilho sofre com os ataques de ladrões de banco. O caso mais recente aconteceu em outubro. Ao menos 15 homens armados explodiram uma agência bancária da Caixa Econômica Federal na área central da cidade, no dia 22 do mês. O uso dos explosivos danificou os caixas automáticos, mas os bandidos não conseguiram ter acesso ao dinheiro. Uma viatura da PM foi alvo de tiros durante a ação, pois policiais que estavam próximo ao banco ouviram a explosão e fizeram um cerco na agência. Em meio ao tiroteio, o bando fugiu em três carros – Honda CRV, Fiat Palio e Ford EcoSport.

No dia 20 de janeiro, ladrões usaram dinamites para explodir um banco e dessa vez conseguiram fugir com uma quantia em dinheiro; em 3 de março, seis homens explodiram dois caixas eletrônicos na mesma agência do ataque da madrugada de ontem; no dia 30 de abril, GCMs interceptaram uma ação de bandidos que pretendiam explodir um banco também.

Em Sorocaba último

caso foi uma semana atrás

Na terça-feira passada, criminosos armados com bombas explodiram dois caixas eletrônicos do banco Santander na zona norte de Sorocaba. Ninguém ficou ferido, e um dos caixas foi completamente destruído na explosão - o dinheiro roubado não teve valor divulgado. Outro caixa foi parcialmente danificado e um dos artefatos explosivos precisou ser retirado e detonado em outro local por uma equipe do Esquadrão de Bombas da Capital paulista. Ninguém foi preso.

A bomba foi levada até um campinho de futebol, em um terreno afastado nos limites da Avenida Itavuvu, onde foi detonada com segurança. O caso foi registrado pela Polícia Militar na delegacia do plantão norte e a Polícia Civil segue investigando.

Fonte: Folha de São Paulo

#santander #4

Seguir:

Endereço

Telefone

(15) 3229.2990

Sugestões, dúvidas ou reclamações?

Preencha o formulário abaixo