• Bancários Sorocaba

Salário mínimo deveria ser cerca de R$ 6 mil, afirma DIEESE

o cálculo mensal baseia-se nas necessidades básicas de uma família de 4 pessoas no Brasil

De acordo com o cálculo do DIEESE (Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos), realizado em novembro de 2021, o salário mínimo no Brasil deveria ser R$ 5.969,17. O novo piso salarial, aprovado pelo Congresso e sancionado pelo presidente Jair Bolsonaro (PL) na última sexta-feira (31), por meio da Medida Provisória (MP) 1.091/2021, é de R$ 1.212 por mês, ou seja, cerca de cinco vezes menor que o necessário para movimentar a economia do país.


O cálculo, feito levando-se em consideração uma família de quatro pessoas, com dois adultos e duas crianças, foi realizado com base na cesta básica mais cara que, em novembro, foi a de Florianópolis, custando R$ (R$ 710,53.


Segundo o DIEESE, com o valor do salário mínimo, não se compra duas cestas básicas. ”Quando se compara o custo da cesta com o salário mínimo líquido, ou seja, após o desconto referente à Previdência Social (7,5%), verifica-se que o trabalhador remunerado pelo piso nacional comprometeu, em novembro, 58,95% (média entre as 17 capitais) do salário mínimo líquido para comprar os alimentos básicos para uma pessoa adulta. Em outubro, o percentual foi de 58,35%”.


O tempo médio necessário para adquirir os produtos da cesta, em novembro, ficou em 119 horas e 58 minutos. Dentre os 38 países integrantes e parceiros da OCDE (Organização para Cooperação e Desenvolvimento Econômico), o salário mínimo do Brasil é o segundo menor, estando à frente do México.


Nos cálculos do órgão, não conceder ganhos reais aos salários, freia toda a economia do país. De acordo com o departamento, salários maiores estimulam o consumo e também aumentam a arrecadação.



0 comentário