top of page

Mesmo com a pandemia, salário dos CEOs brasileiros ultrapassou R$ 1,1 bilhão em 2021


A remuneração anual conjunta dos 90 CEOs das empresas que compõem o Ibovespa, principal índice de ações da Bolsa brasileira, superou a marca de R$ 1,1 bilhão em 2021, o que significa um salário médio mensal de mais de R$ 1 milhão por executivo.

Mesmo com a pandemia e o crescimento lento da economia, a remuneração de quem ocupa os cargos do topo das organizações brasileiras está em crescimento: o aumento desses executivos foi de 30%, em média, em relação ao ano anterior.

O tema da remuneração dos executivos é alvo de discussão não apenas no Brasil, mas no mundo todo.

CEOs brasileiros com os maiores salários de 2021:

  • Sergio Rial, ex-presidente do banco Santander no Brasil: R$ 59 milhões;

  • Eduardo Bartolomeo, líder da mineradora Vale: R$ 55 milhões;

  • Milton Maluhy, do Itaú Unibanco: R$ 53 milhões;

  • Pedro Zinner, presidente da Eneva: R$ 52,7 milhões;

  • Gilberto Tomazoni, da JBS: R$ 52,6 milhões.


Comentários


bottom of page