top of page

Lei que prevê retorno das gestantes ao trabalho presencial foi sancionada pelo presidente


Foi sancionado pelo presidente Jair Bolsonaro o Projeto de Lei 2058/21, que determina o retorno das trabalhadores gestantes vacinadas ao trabalho presencial durante a pandemia do coronavírus.


A publicação deve ser feita no Diário Oficial da União nesta quinta (10). A proposta havia sido aprovada pela Câmara e pelo Senado.


Sendo assim, a Lei nº 14.151, de 2021, que garantiu o afastamento da gestante do trabalho presencial com remuneração integral durante o período de pandemia para que a grávida não fosse exposta aos riscos do vírus, foi alterada.


A lei prevê a volta das grávidas ao trabalho presencial após imunização completa contra a Covid-19, de acordo com os critérios do Ministério da Saúde.


No caso das gestantes ainda não vacinadas, a situação deve ser considerada como gravidez de risco até a grávida completar a imunização e poder retornar ao trabalho presencial.



Kommentare

Kommentare konnten nicht geladen werden
Es gab ein technisches Problem. Verbinde dich erneut oder aktualisiere die Seite.
bottom of page