top of page

Itaú: COE debate emprego, remuneração, agências e segurança bancária com o banco


No dia 20 de setembro, a Comissão de Organização dos Empregados (COE) do Itaú se reuniu com a direção do banco para discutir demandas relacionadas ao emprego, remuneração, agências e segurança bancária.


Segundo informações da Federação dos Bancários de São Paulo e Mato Grosso do Sul, na ocasião, a representação dos trabalhadores buscou compreender a estrutura organizacional e as informações sobre cargos e postos de trabalho em todo o Brasil.


A pauta segurança esteve entre os destaques da reunião. Uma mesa específica para discutir o tema foi acordada entre os participantes. Foi definida uma visita à Central com a finalidade de promover conhecimento de toda a operação.


Também foi discutido o projeto de Agências de Negócios, intensificado nas regiões de São Paulo, Campinas e Goiânia. Membros da COE questionaram uma possível expansão do projeto para demais regiões.


A representação dos trabalhadores questionou representantes do banco sobre os serviços terceirizados, bem como, as empresas envolvidas e as condições de trabalho dos funcionários terceirizados, incluindo informações relacionadas aos salários e aos benefícios.


A COE enfatizou, ainda, a importância dos esclarecimentos sobre a possibilidade de demissões nos próximos meses.


De acordo com a representação do banco, os motivos dos desligamentos estão relacionados aos problemas de comportamento, desempenho, aposentadorias, entre outros. Também foi enfatizado que o banco conta com cerca de 90 mil empregados, e segue com investimento em admissões e promoções.


A próxima reunião com o banco está prevista para o dia 16 de outubro.

留言


bottom of page