top of page

Feeb SP MS solicita instalação de mesa de negociação para assistência médica

Banco do Brasil divulga programa que impactam relações de trabalho


Nesta manhã a Federação dos Bancários dos Estados de São Paulo e Mato Grosso do Sul, protocolou ofício junto ao Economus solicitando a instalação de mesa para discussão da assistência médica.


A urgência se deu após o Banco do Brasil, patrocinador do Economus, divulgar dois programas de alto impacto nas relações de trabalho.


De acordo com a Federação, a criação da mesa de negociação é importante até que se decida sobre a migração ou não de ativos e aposentados à CASSI, de modo que seja mantido o Plano Plus I e II aos aposentados, com o recolhimento pelos trabalhadores da cota de empregado e patronal, conforme termos do art. 31 da Lei 9656/98 e, ainda, que não vede o acesso ao Plano FEAS aos aposentados.


“Como se a pandemia do Coronavírus já não fosse suficiente para a abstenção de qualquer alteração no plano de saúde. Agora mais uma do Banco do Brasil com dois programas que vão impactar fortemente as relações de trabalho”, destaca o presidente da Federação, Jeferson Boava.


De acordo com a Feeb, beneficiários do Economus, representados pela Federação, têm a justa expectativa de receberem a assistência médica, hospitalar, odontológica, psicológica e paramédica tal como contratada. “Nossa preocupação é constante, uma vez que qualquer mudança no plano terá certamente impacto em sua qualidade de vida, podendo significar, em várias situações, a impossibilidade de continuidade de tratamento em andamento”, destaca Boava.


A Feeb reforçou as consequências severas e nefastas que podem advir das mudanças de parâmetros dos planos de assistência médica, hospitalar, odontológica, psicológica e paramédica. “Existe a necessidade de avaliações responsáveis, sustentadas por análises consistentes, com a participação dos interessados, e em cenário de tranquilidade. Assim, pedimos a instalação com urgência da mesa de negociação”, ressaltou Davi Zaia, vice-presidente da Feeb SP/MS.

Comentários


bottom of page