• juliana9986

Confederação, federações e sindicatos lançam campanha em defesa do BB

A Confederação Nacional dos Trabalhadores do Ramo Financeiro (Contraf), as federações e sindicatos de bancários lançaram no dia 13 deste mês de outubro a campanha nacional “O bom do BB é…” para mostrar a importância do Banco do Brasil e denunciar os ataques contra a instituição financeira, visando sua privatização.

O lançamento da Campanha aconteceu durante o seminário on-line  “O bom do BB é construir o Brasil com você”, que reuniu o economista Luiz Gonzaga Belluzzo e o senador Jaques Wagner (PT-BA). Na véspera do lançamento, que foi transmitido ao vivo pela página da Contraf no Facebook e no Youtube, o BB completou 212 anos de fundação. O seminário prossegue nesta quarta-feira (dia 14), com transmissão a partir das 19h. Para o coordenador a Comissão de Empresa dos Funcionários do BB (CEBB), João Fukunaga, “queremos destacar a importância do Banco do Brasil enquanto banco público para a inclusão social, para o atendimento bancário da população e para o desenvolvimento econômico do país”. O BB é o primeiro banco nacional e sua história se mistura com o desenvolvimento do país. Campanha: Após o seminário será realizado tuitaço e show-live com Zélia Duncan.

Cronograma de atividades 13 e 14/10: Seminário “O bom do BB é construir o Brasil com você” 13/10, às 19h: Banco do Brasil, há 212 anos um instrumento de inclusão, desenvolvimento econômico e soberania nacional. Participação do economista Luiz Gonzaga Belluzzo e do senador Jaques Wagner (PT-BA). 14/10, às 19h: Denúncia e atuação contra a agenda de desmonte e privatização do Governo Bolsonaro contra o BB. Participação da deputada federal Érika Kokay (PT/DF), do advogado Maximiliano Garcez e do ex-diretor do Fundo de Previdência dos Funcionários do Banco do Brasil (Previ), Paulo Assunção. 15/10, às 11h – Tuitaço em defesa do banco. 16/10, às 19h – Show-live com Zélia Duncan. 17/10: A partir desta data, Campanha nas bases.

Fonte: Contraf

Seguir:

Endereço

Telefone

(15) 3229.2990

Sugestões, dúvidas ou reclamações?

Preencha o formulário abaixo