• juliana9986

Cadastros de chaves Pix passam de 100 milhões nesta quinta, diz Banco Central

O registro começou em 5 de outubro e, desde então, quase 40 milhões de pessoas e 2,5 milhões de empresas se cadastraram


As instituições financeiras cadastraram, até esta quinta-feira (3), mais de 100 milhões de chaves no Pix, novo sistema brasileiro de pagamentos instantâneos, segundo balanço divulgado pelo BC (Banco Central).

O registro começou em 5 de outubro e, desde então, quase 40 milhões de pessoas e 2,5 milhões de empresas fizeram o cadastro.

Uma pessoa pode fazer até 5 chaves por conta-corrente e uma empresa, até 20.

Com isso, o cliente vincula ao número do celular, CPF ou ao endereço de e-mail, por exemplo, às informações pessoais e bancárias dele. Ele pode escolher também uma chave aleatória, que pode ser uma sequência qualquer de números e letras.

Na prática, quem fizer o cadastramento das chaves não vai precisar informar todos os seus dados na hora de transferir dinheiro ou pagar conta pelo Pix, ela precisará apenas falar a chave cadastrada (CPF, e-mail ou número de celular, por exemplo).

A preferência do usuário é pelo CPF, com 34,4 milhões, seguida de celular, com 22,4 milhões e chave aleatória, com 23,4 milhões. Além disso, 15,8 milhões cadastraram o e-mail e 2,1 milhões usaram o CNPJ.

Desde a estreia da nova ferramenta, em 16 de novembro, foram feitas 36,6 milhões de operações, o equivalente a R$ 36,8 bilhões. São 735 instituições cadastradas no novo sistema.

O Pix permite fazer pagamentos ou mandar dinheiro para outra pessoa ou empresa de maneira instantânea (em menos de 10 segundos) e independentemente de qual seja a instituição de recebimento.

As transações poderão ser feitas 24 horas por dia, nos sete dias da semana, incluindo feriados, e acontecerão de maneira gratuita para pessoas físicas e microempreendedores individuais.


Folha de SP

0 comentário

Seguir:

Endereço

Telefone

(15) 3229.2990

Sugestões, dúvidas ou reclamações?

Preencha o formulário abaixo