BB: Primeira mesa de negociação com o Banco termina sem proposta de ampliação para Teletrabalho


Aconteceu na manhã de segunda-feira (21), a primeira mesa de negociação entre a Comissão de Empresa dos Funcionários do Banco do Brasil (CEBB) e o banco. sobre teletrabalho.

Durante a mesa de negociação, entre os dados apresentados está o número de trabalhadores em home office. Dos 17.509 funcionários com permissão para o home office, somente 9.849 exercem a modalidade.


Segundo informações, a maioria exerce em apenas dois dias na semana, ou seja, menos de 50% dos dias úteis e, portanto, sem o direito de receber a ajuda de custo conquistada no novo ACT.

Ao ser questionado porque trabalhadores que sofrem com alguma comorbidade não estão conseguindo acessar esse direito, a resposta da empresa foi que o Trabalho Remoto Institucional não tem como objetivo cuidar da saúde, o que desapontou os representantes.


Apesar de reconhecer as leis 14.442/2022 e 14.457/2022, que concedem o direito de home office para pais, mães e tutores com crianças de até 4 anos e de até 6 anos ou com deficiência (independentemente da idade), o banco pontuou que só está liberando o trabalho remoto nas unidades que foram habilitadas pelos diretores responsáveis.

0 comentário