top of page

BB não apresenta contraproposta de Aditivo

Durante a quinta rodada de negociação (24 de agosto) o Banco do Brasil não apresentou contraproposta completa à Comissão de Empresa dos Funcionários (CEBB), nem pauta específica para renovar o Aditivo à Convenção Coletiva de Trabalho (CCT)

O Banco do Brasil não apresentou contraproposta completa à Comissão de Empresa dos Funcionários (CEBB), durante a quinta rodada de negociação da pauta específica para renovar o Aditivo à Convenção Coletiva de Trabalho (CCT), realizada nesta segunda-feira (24 de agosto), por videoconferência.

Para a diretora do Sindicato e representante da Federação dos Bancários de SP e MS na CEBB, Elisa Ferreira, que participou da rodada, ”a Comissão destacou que o BB deve negociar com seriedade e apresentar uma contraproposta global, decente”.

Em rodadas anteriores, o BB propôs cortar, reduzir direitos; entre eles, apenas um ciclo de desempenho insatisfatório para descomissionar, mudança no intervalo de almoço, redução do prazo para avaliação médica de afastados do trabalho e fim da possibilidade de conversão em espécie e acumulação das faltas abonadas.

“Enquanto a Fenaban enrola e deixa o movimento sindical sem respostas, os bancários continuam sua labuta, na tentativa de atender a população da melhor maneira possível, em meio a pandemia e as ameaças desferidas pelo governo federal”, finaliza Sônia Dell´Amo dirigente sindical e funcionária BB.


Julio César Machado - Presidente do Sindicato dos Bancários de Sorocaba e Região

Commentaires


bottom of page