• juliana9986

Abono das horas do grupo de risco depende de entrega de relatório médico

No próximo dia 15 de janeiro é o prazo final para a entrega dos relatórios médicos para o abono das horas negativas dos funcionários incluídos no grupo de risco. Nesta semana, a Comissão de Organização dos Empregados - COE Itaú, se reuniu com o Banco para esclarecer dúvidas dos funcionários, com relação ao prazo para a entrega. De acordo com o Banco, a falta de entrega dos relatórios gerará a análise do caso individualmente.

A exigência é de uma declaração médica detalhada e atualizada descrevendo o quadro de saúde do paciente e sua gravidade.

A COE argumentou ao banco a questão de muitos não conseguirem o relatório dentro do prazo, devido ao período em que muitos médicos encontram-se de férias e questionou o abono dos dias.

Em resposta, o banco garantiu que sim e irá tratar caso a caso, por meio do time de saúde que fará a interlocução entre banco e funcionário. De acordo com a representação dos bancários, a data inicial foi utilizada como parâmetro, uma vez que o objetivo foi dar tempo às pessoas que precisam obter os documentos.


“Seguiremos na defesa para que nenhum funcionário seja prejudicado, mas ressaltamos que é muito importante a agilidade na entrega dos documentos, evitando a preocupação com o abono das horas e qualquer tipo de transtorno em um momento que já é de dificuldades para todos”, esclarece o secretário geral da da Federação dos Empregados Bancários dos Estados de SP/MS, Reginaldo Breda.


Teletrabalho

Durante a negociação o Banco informou também o pagamento da ajuda de custo para os trabalhadores que estão em home office e aprovaram o acordo de teletrabalho. O benefício deve ser pago ainda no mês de janeiro. O valor será de R$ 160,00 retroativo a novembro e dezembro, somado a R$ 480,00 do atual semestre, de janeiro a junho de 2021.

Fonte: FEEB

0 comentário

Seguir:

Endereço

Telefone

(15) 3229.2990

Sugestões, dúvidas ou reclamações?

Preencha o formulário abaixo