Trabalho remoto por causa do coronavírus levanta dúvidas trabalhistas


Empresários consideram difícil controlar produtividade e horas trabalhadas

Mundo novo 

Diretores de grandes empresas fizeram plantão neste final de semana com suas áreas de recursos humanos para discutir os efeitos do trabalho remoto. Além da segurança de dados, a preocupação é como adaptar o controle de horários e produtividade em uma rotina que jamais foi testada em tão grande escala.

Hora extra 

O presidente de uma grande multinacional avalia que, em caso de reclamação trabalhista futura por excesso de horas, as empresas terão a atividade do funcionário registrada no acesso remoto aos seus sistemas. Um outro empresário considera impossível controlar as pausas de seus colaboradores durante o expediente em casa.

CLT 

Luigi Nese, da CNS (entidade de serviços), sugere que o governo faça algum tipo de flexibilização trabalhista temporária, por decreto ou medida provisória, para lidar com o excesso de home office durante a crise do coronavírus. “Nos financiamentos estão querendo facilitar através da Caixa, mas na área trabalhista o governo precisa mexer”, diz.

Folha de SP

#sindnews

Posts recentes

Ver tudo

Seguir:

Endereço

Telefone

(15) 3229.2990

Sugestões, dúvidas ou reclamações?

Preencha o formulário abaixo