MERCANTIL FAZ RANKING COM FUNCIONÁRIOS


O Banco Mercantil do Brasil está praticando o ranking com os funcionários, ao divulgar os maiores e os menores resultados. “O sindicato é totalmente contra essa prática, pois expõe os funcionários a situações constrangedoras. Aquele que ficou entre os maiores fica bem, já aquele classificado entre os menores, sente-se mal, humilhado. Falamos há muito tempo sobre isso com os bancos e gestores, mas parece que eles não percebem que isso desestabiliza o ambiente de trabalho, é muito triste que continuem pensando assim”, diz Júlio César Machado, presidente do Sindicato dos Bancários de Sorocaba e Região.

Agências transformadas em PA

Agências do BMB de Itu, Salto e Tatuí serão transformadas em Posto de atendimento. Embora não haja demissões, essas agências que viraram PA não têm mais equipes administrativas, somente gerente e escriturários.

“Vejam o que o banco está fazendo. Primeiro conseguiram obter o número de aposentados abrindo agências, agora diminui o quadro de funcionários para atendê-los”, comenta Julio.

Nas agências que viraram PA, depósito em dinheiro somente pode ser feito no AA, ou por boleto. O serviço de caixa fica extinto, uma vez que internamente não há mais área administrativa. Hoje, agências que não tem mais o "funcionário" caixa tem o serviço caixa disponível, isso porque algum funcionário "abre o caixa".

“Agora o superintendente cobra como se tudo estivesse indo muito bem. Não quer saber se os funcionários estão conseguindo atender, se estão precisando de apoio. Falta sensibilidade para com o cliente muitas vezes debilitado, com limitação, muitos estão recebendo auxílio doença, problemas dos mais diversos, inclusive com síndrome do pânico. O banco faz empréstimo para LOAS, que teoricamente são pessoas carentes, de extrema pobreza, alguns se endividam e acabam tendo sua sobrevivência afetada”, enfatiza Julio.

SEEB Sorocaba

#mercantil

0 comentário