Sindicato protesta contra a reestruturação do BB


Em Dia Nacional de Luta, bancários de todo o país vestem preto e participam de protestos contra mudanças impostas pela direção do banco, que geram perdas na remuneração mensal e PLR.

Por todo o país, funcionários do Banco do Brasil realizam um Dia Nacional de Luta, nesta quarta-feira 12, contra a reestruturação imposta pela direção do banco. Entre outras ações, os bancários vestem preto e realizam reuniões de esclarecimento e mobilização nos locais de trabalho. Em Sorocaba, dirigentes do Sindicato dos Bancários de Sorocaba e Região foram às agências do Banco do Brasil para protestar e conversar com os bancários. A ação resultou no fechamento da agência 191 por 45 minutos e no escritório por 1h. Nesse tempo, os dirigentes sindicais fizeram reunião com os funcionários.

As mudanças no plano de carreira e salários dos funcionários - incluídas no Programa Performa: Desempenho e Reconhecimento, anunciado pelo BB no dia 3 de fevereiro - reduzem em média 18% o valor de referência (VR) das gratificações, extinguem cargos e criam outros. Além disso, a direção do banco extinguiu o acréscimo salarial na ascensão do módulo básico para o avançado, o que revoltou bancários da rede de agências e unidades de negócios.

“O banco tenta passar a idéia de que as mudanças serão benéficas para os funcionários. Porém, os bancários do BB e suas entidades representativas sabem que o objetivo é impor uma redução salarial. Senão, porque não chamar os sindicatos para participar do processo?”, comenta Sonia Regina Del’Amo, diretora do Sindicato e funcionária do BB.

As mudanças impostas pelo BB podem impactar até mesmo a PLR, pois ela é paga com base no VR de gratificação, então ela poderá ser reduzida.

“Precisamos nos unir contra esse ataque aos nossos direitos e as ameaças de privatização, pois os bancos se unem com seus representantes e se fortalecem. A hora de se mobilizar é agora!” comenta Sonia.

SEEB Sorocaba com SEEB SP

#bb

0 comentário

Posts recentes

Ver tudo