• Sindicato dos Bancários

Lucro do Bradesco sobe para R$ 6,456 bilhões no terceiro trimestre alta de 19,6%


O impulso para o resultado no período veio da maior agressividade do banco em crédito, principalmente junto às pessoas físicas

O Bradesco registrou lucro líquido recorrente de R$ 6,542 bilhões no terceiro trimestre, elevação de 19,6% em relação ao registrado em idêntico intervalo de 2018, de R$ 5,471 bilhões. Em relação aos três meses anteriores, quando somou R$ 6,462 bilhões, a alta foi de 1,2%.

Na quarta-feira, 30, o Santander Brasil divulgou apresentou lucro de R$ 3,705 bilhões no terceiro trimestre deste ano, cifra 19,20% maior que a registrada no mesmo intervalo de 2018, de R$ 3,108 bilhões. Ante o terceiro trimestre, o crescimento foi de 1,9%.

O impulso para o resultado do Bradesco no período veio da maior agressividade do banco em crédito, principalmente junto às pessoas físicas. Contribuíram ainda menores gastos com provisões para devedores duvidosos, as chamadas PDDs, e ainda o resultado de seguros conforme explica o banco em relatório que acompanha suas demonstrações financeiras.

A carteira de crédito do Bradesco, no conceito expandida, atingiu R$ 578,317 bilhões ao fim de setembro, crescimento de 3,2% em relação a junho. Em um ano, a expansão chegou a 10,5%. No terceiro trimestre, os empréstimos foram impulsionados, principalmente, pelas pessoas físicas. Enquanto a carteira de indivíduos cresceu 5,5% ante os três meses anteriores, a de empresas avançou 1,8%. No comparativo anual, as altas foram de 19,0% e 5,8%, nesta ordem.

Ao fim de setembro, o Bradesco contava com R$ 1,404 trilhão em ativos totais, incremento de 3,5% em relação ao mesmo período do ano passado, de R$ 1,356 trilhão. Na comparação com os três meses anteriores, foi identificada leve queda de 0,5%.

O patrimônio líquido do banco era de R$ 138,313 bilhões no terceiro trimestre, alta de 19,6% em um ano. Em relação ao segundo, subiu 3,5%. Seu retorno anualizado sobre o patrimônio líquido médio (ROAE, na sigla em inglês) ficou em 20,2% no terceiro trimestre, piora de 0,4 ponto porcentual ante os três meses anteriores. Em um ano, o indicador teve alta de 1,2 p.p.

Ajustes O Bradesco anunciou ainda lucro líquido contábil de R$ 5,837 bilhões no terceiro trimestre, aumento de 16,53% ante um ano, de R$ 5,009 bilhões. Na comparação com os três meses anteriores, de R$ 6,042 bilhões, a cifra foi 3,4% menor. A diferença entre o lucro líquido recorrente e o contábil se dá por R$ 372 milhões de ágio pela aquisição do HSBC e ainda R$ 273 milhões com o programa de desligamento voluntário (PDV) feito recentemente pelo banco, dentre outras razões.

Fonte: Estadão

#bradesco

Seguir:

9 9784-7687

Endereço

Telefone

(15) 3229.2990

Sugestões, dúvidas ou reclamações?

Preencha o formulário abaixo