Sindicatos buscam apoio de Doria para mutirão do emprego em todo o estado


Ricardo Patah, da UGT, quer alcançar 25 mil vagas em cidades como Campinas e Guarulhos

Aquela cena dolorosa que o Brasil assistiu em março de uma imensa fila do mutirão de vagas de emprego no vale do Anhangabaú, na capital paulista, vai se repetir em outros municípios.

Ricardo Patah, presidente da UGT —que realizou o evento em parceria com sindicatos na capital—, levou ao governador João Doria nesta terça (25) a proposta de uma nova agenda de mutirões em destinos como Campinas, Guarulhos e Ribeirão Preto a partir de julho.

Patah estima que cada mutirão poderá oferecer pelo menos 2.500 postos e espera atingir dez regiões.

Folha de SP

#sindnews

0 comentário

Posts recentes

Ver tudo