Reunião da Mesa Permanente de Negociação da CAIXA ECONÔMICA FEDERAL


Nesta segunda-feira, (17/06), em Brasília-DF, foi realizada reunião da Mesa Permanente de Negociação com a CAIXA ECONÔMICA FEDERAL com a participação das áreas administrativas, jurídicas, auditoria, engenharia e arquitetura, dirigentes de unidades e colaboradores da área de comunicação, orçamento e Pessoal, sob a coordenação do Gerente Executivo Nacional da GENNER, Dr. José Isaac Arantes Freitas, representando a Comissão da Caixa e a diretora de Finanças da Contec, Rumiko Tanaka, representando os empregados da CAIXA ECONÔMICA FEDERAL e entidades sindicais. Vários assuntos de interesse da carreira administrativa e profissional pautaram a reunião da mesa permanente de negociação.

  1. APRESENTAÇÃO DOS ASSUNTOS INERENTES A ANEAC – ENGENHEIROS E ARQUITETOS

A apresentação pela ANEAC (Associação Nacional dos Engenheiros e Arquitetos da Caixa), ficou sob coordenação do presidente da entidade, engenheiro Fernando Turino. Foi exibido vídeo sobre as atividades da área de engenharia e arquitetura da Caixa, realizada por profissionais que trabalhavam em área de alto risco, como em comunidades carentes, em áreas de risco. Com as construções, a caixa elevou a qualidade de vida em várias regiões do Brasil. A Caixa, por meio do trabalho dos Engenheiros e arquitetos, conseguiu humanizar bairros e municípios no Brasil, mas com o passar do tempo, muitos problemas começaram a agravar.

Nas regiões amazônicas, Rio de Janeiro, Fortaleza, dentre outras localidades de difícil acesso, como comunidades de extrema pobreza, locais precários de transportes e sem estrutura mínima de hospedagem e alimentação nas áreas de atuação.

Foram apresentados depoimentos de empregados relatando problemas que ficam esquecidos sem solução, e muitos contraem doenças.

Foram apresentadas sugestões de mudanças no sentido de melhorias, foi sugerida a alteração no RH 005 060, que transfere responsabilidade para o empregado, não fazendo justiça diante da realidade que vivenciam.

O presidente da ANEAC expôs sobre a redução do quadro de engenheiros e arquitetos frente a uma demanda crescente. Foram colocados a falta de material de trabalho e outras dificuldades no acesso a localidades com pouco recurso de transporte.

Todo trabalho dos engenheiros e Arquitetos foram entregues oficialmente ao coordenador da comissão caixa.

  1. APRESENTAÇÃO DOS ASSUNTOS DA FENAG

A Fenag fez apresentação sob a coordenação do presidente da entidade, Mairton Antonio Garcia Neves e seus diretores.

Foi entregue oficialmente documento com as reivindicações, sugestões de mudanças e boas práticas, como capacitações dos gestores. Solicitou a valorização da carreira administrativa. O coordenador recebeu as reivindicações e ficou de dar respostas ao pleito.

  1. REESTRUTURAÇÃO ADMINISTRATIVA DA CAIXA

A Comissão dos empregados Contec manifestou mais uma vez preocupada com a atual reestruturação que a Caixa está promovendo. Da forma como acontece, os empregados são muitas vezes vítimas de questões partidárias e ideológicas e, sofrem com as políticas adotadas, as transferências e tudo o que permeia as informações que adentram as unidades.

Os critérios adotados nem sempre são transparentes e há necessidade de que a empresa ofereça com mais clareza as informações sobre o processo de reestruturação, mais especificamente com relação aos empregados.

A Comissão Caixa alegou que este é um movimento de reorganização, com equalização da força de trabalho para a sobrevivência da empresa. Reforçou que as medidas não podem consideradas como retaliação, mas sim como uma necessidade da empresa e que haja a melhor ambientação nas novas unidades, como palco de nova oportunidade profissional.

A Caixa informou que possui um cronograma para adequar o seu corpo funcional, conforme BIM. Disse que pretende causar o menor impacto possível na vida do empregado.

A Comissão dos empregados solicitou que as opções no BIM sejam feitas antes das contratações.

A Comissão Caixa, por sua vez, informou que o maior número de convocados será do PCD, e que atualmente o quadro é de aproximadamente 1,63% do total de empregados, já noticiado pelo presidente da Caixa.

  1. PDV – PROGRAMA DE DESLIGAMENTO VOLUNTÁRIO / REPOSIÇÃO DO QUADRO DE PESSOAL / PCD

A Comissão dos empregados manifestou preocupação com o PDV anunciado pela Caixa e a intenção de desligar um número alto de empregados, face às condições precárias que poderão subsistir as unidades, pela falta de pessoal capacitado.

Os representantes dos empregados entendem que a Caixa deve promover as nomeações antecipadamente de forma a preparar os substitutos dos empregados que forem aderindo aos futuros programas de desligamento, de forma a não criar dificuldades nos trabalhos.

  1. ASSEDIO MORAL

Foram abordados vários fatos que acontecem no dia a dia da Caixa , que no entendimento dos empregados, demonstram assédio. Dos vários pontos foram citados, entre eles a cobrança de alta performance, que muitas vezes replica nos empregados, leva o gestor ao desespero de buscar alternativas que não são viáveis. Outro destaque foi a concorrência para ocupar cargos e funções por meio de métricas que não se sustentam, e que muitas vezes não geram confiança na sua mensuração.

  1. RH 151 – INCORPORAÇÃO

A Comissão dos empregados solicitou da Caixa informações de como estão sendo tratados os empregados com mais de 10 anos de comissão, que serão realocados ou perderam a comissão diante da reestruturação. A Comissão Caixa informou que administrativamente não está incorporando e somente vem atendendo as decisões judiciais , sejam definitivas ou por meio de liminares, já concedidas e por região.

  1. PRIVATIZAÇÃO DA LOTEX

Após questionamentos sobre a privatização da Lotex, a comissão Caixa informou que foram abortadas as ofertas. Informaram ainda que não existe data no momento para oferta publica de ações da Lotex, devendo a Caixa aguardar um novo momento do mercado que melhor atenda aos interesses da empresa.

  1. SAÚDE CAIXA / PCMSO / NR 17 / RESOLUÇÃO CGPAR 23

A Comissão dos empregados da Contec manifestou grande insatisfação com o atendimento que vem sendo oferecido pelo programa de saúde da Caixa. Muitas reclamações chegam aos sindicatos devido a dificuldade de contato com as áreas responsáveis, acesso aos canais de atendimento, dificuldade de credenciados e os descredenciamentos, reclamações de credenciados no que se refere aos pagamentos e resolução de problemas os PCMSOs de forma abreviada. Pediu que a Caixa possa repassar orientações às unidades no sentido de promover momentos de relaxamento e exercício específicos quanto às atividades desenvolvidas previstos na NR 17.

A Comissão Caixa informou que algumas questões da CGPAR já foram implementadas e liberou recursos para a Caixa, que a paridade contributiva a partir de 2021 ainda está em estudo, individualização de mensalidade por faixa e renda. Limitação da inscrição de dependente.

  1. METAS

A Comissão dos empregados Contec informou que as cobranças excessivas chega apreensão, assedio sobre os demais colegas, por reclamação dos clientes que resultam até mesmo em perdas nos resultados. Os tempos de espera nos atendimentos inibem que sejam alcançados outros objetivos. A falta de incentivos financeiros com designação de funções também dificultam alcance de metas e seus objetivos.

  1. AVALIAÇÃO

Consideramos uma reunião de mesa permanente onde foi possível discutir a apresentar propostas.

Diretoria Executiva da CONTEC

#caixafederal

0 comentário

Posts recentes

Ver tudo