Em meio a crise carcerária, investidor questiona demora do BNDES em projetos


Banco não dá detalhes sobre modelo de estruturação para parceria com setor privado

Na esteira da nova crise carcerária, investidores interessados na privatização de presídios questionam o motivo da demora do governo e do BNDES em deslanchar projetos de financiamento para PPPs (parcerias público-privadas) na área.

No fim da gestão Michel Temer, o banco anunciou que estava desenhando um modelo de estruturação de projetos para construção e gestão de presídios e penitenciárias, a ser implementado no Maranhão e replicado em outros estados.

Sem ritmo 

Procurado, o BNDES não soube atualizar detalhes do andamento do modelo. Em nota, diz que “o programa está sendo analisado, tendo em vista o novo governo, o novo Ministério da Justiça e a nova diretoria do BNDES”. O que se diz no banco é que o governo ainda está tomando pé sobre prioridades.

Folha de SP

#sindnews

0 comentário

Posts recentes

Ver tudo