Governo finaliza propaganda pró-reforma; ‘Quem ganha mais vai contribuir com mais’, diz peça


Papo reto

O Planalto finalizou a formatação da ofensiva publicitária a favor das mudanças nas regras de aposentadoria. O mote, “Nova Previdência, pode perguntar”, tenta desmontar críticas à proposta e apresentar de maneira palatável os principais troncos do projeto de Jair Bolsonaro. As peças dizem que nada muda para quem já é aposentado, que as alterações vão ampliar a margem para investimentos e que quem ganha menos vai contribuir com menos e quem ganha mais vai com contribuir mais.

Sou o caminho

A campanha foi formulada pela Artplan. As peças feitas para a TV apostam na simulação de diálogos, no formato pergunta e resposta. A ideia central é apontar para uma gestão capaz de justificar e defender os principais pontos da proposta. Há ainda uma espécie de selo que classifica as informações oficiais como “Essa é a verdade”.

Paleta da moda

As propagandas pró-reforma serão exposta em TV, rádio, jornais, internet e outdoors. A linguagem visual enaltece as cores da bandeira, o verde e amarelo, uma das marcas da campanha de Bolsonaro em 2018.

Tecla SAP

O esforço para melhorar a comunicação da reforma mudou até o vocabulário do ministro Paulo Guedes (Economia). Ele passou a chamar a capitalização de “regime de poupança garantida”.

Folha de SP

#sindnews

Posts recentes

Ver tudo

Seguir:

Endereço

Telefone

(15) 3229.2990

Sugestões, dúvidas ou reclamações?

Preencha o formulário abaixo