Desemprego é o maior dos últimos sete anos em 13 capitais brasileiras em 2018


O desemprego no Brasil foi o maior dos últimos sete anos em 13 capitais brasileiras em 2018, divulgou o IBGE na manhã desta sexta-feira (22).

Além da maior desocupação nas 13 capitais, a taxa também avançou em oito regiões metropolitanas.

"Percebe-se que o problema é mais forte nos grandes centros urbanos, acompanhando as maiores concentrações da população. É um desemprego metropolitano, bem maior do que no interior do país”, disse Cimar Azeredo, coordenador de Trabalho e Rendimento do IBGE.

Entre as regiões, Sudeste e Nordeste apresentaram as maiores altas no ano passado, na comparação com 2017. Já o Sul teve a menor taxa, seguido pelo Centro-Oeste, região onde nenhuma das capitais teve avanço do desemprego no período.

Quando a análise é feita pelas unidades federativas, dos 26 estados e DF (Distrito Federal), 18 deles apresentaram recuo dos desempregados em 2018. O maior e menor percentual vieram do Amapá (20,2%) e de Santa Catarina (6,4%), respectivamente.

Apesar da queda em mais da metade dos estados, o aumento já mencionado, nas regiões metropolitana e nas capitais, junto da queda da carteira de trabalho indica quais modalidades de emprego foram criadas.

“Isso revela a qualidade do emprego sendo gerado nos últimos anos. Com a redução da carteira de trabalho e o aumento da informalidade, a contribuição para a Previdência também cai, o que cria problemas mais à frente”, disse Cimar.​

Folha de SP

#sindnews

0 comentário

Posts recentes

Ver tudo