• Sindicato dos Bancários

XP ganha autorização do BC para iniciar criação de um banco


Plano é que instituição comece a prestar serviços a partir do segundo semestre de 2019

A XP Investimentos, maior corretora independente do país, recebeu autorização do Banco Central para iniciar a criação de um banco. A expectativa é que o processo seja concluído no segundo semestre de 2019, quando o banco deve começar a prestar serviços.

Depois de estruturar o banco, a XP precisará ainda de um novo aval do BC, que é a licença de operação.

O banco da XP será voltado a clientes da corretora, que terão acesso a empréstimo com garantia em investimentos. A ideia é permitir que, em situações de emergência, o investidor não precise se desfazer de ativos.

Outro produto será a antecipação de resgate de investimentos sem liquidez. Se o investidor quiser sair de um CDB que tem prazo de quatro anos com apenas um ano, ele poderá solicitar a antecipação, em um sistema semelhante ao que fazem lojistas e as compras com cartão de crédito.

Produtos tradicionais de bancos de varejo, como conta-corrente e cartão de crédito, devem ficar para o futuro, segundo uma fonte a par do assunto. Taxas de juros e condições para os serviços ainda não foram divulgadas.

Ainda não há detalhes de quanto deve ser investido no projeto e nem quem deve presidir o banco. O comando da nova instituição não deve, porém, ficar com Guilherme Benchimol, fundador e presidente da XP.

Benchimol planejava ter banco de varejo ligado à corretora pelo menos desde 2013. O projeto não saiu do papel porque poderia atrapalhar a abertura de capital da empresa, o que voltou ao radar neste ano, após a aquisição de fatia minoritária pelo Itaú.

Apesar da venda, fundos de private equity ainda têm participação na corretora e procuram o caminho de saída, o que poderia ser feito pela venda de ações em Bolsa. O plano é a listagem na Nasdaq, a mesma escolhida pela empresa de maquininhas de cartão Stone neste ano.

Procurada, a XP não quis comentar. O Banco Central também não emitiu comunicado sobre a autorização.

Fonte: Folha de SP

#sindnews

Seguir:

9 9784-7687

Endereço

Telefone

(15) 3229.2990

Sugestões, dúvidas ou reclamações?

Preencha o formulário abaixo