Abono PIS-Pasep: 1,85 milhão de trabalhadores ainda não sacaram benefício de 2016


Ainda estão à espera dos trabalhadores cerca de R$ 1,36 bilhão referentes ao abono salarial PIS/Pasep de 2016. Segundo o Ministério do Trabalho (MTE), 1,85 milhão de brasileiros com direito ao benefício ainda não fizerem o saque na Caixa Econômica Federal e no Banco do Brasil.

O prazo termina no dia 28 de dezembro. Inicialmente, o saque terminaria em 29 de junho, mas foi prorrogado por uma decisão do Conselho Deliberativo do Fundo de Amparo ao Trabalhador (Codefat).

Segundo o MTE, São Paulo é o estado com o maior valor de recursos ainda não sacado: R$ 301 milhões, para 415 mil beneficiários. Outros R$ 157 milhões estão à espera de 214 mil trabalhadores no Rio de Janeiro.

Quem tem direito

Tem direito ao abono salarial quem recebeu, em média, até dois salários mínimos mensais com carteira assinada e exerceu atividade remunerada durante, pelo menos, 30 dias em 2016. É preciso ainda estar inscrito no PIS/Pasep há pelo menos cinco anos e ter os dados atualizados pelo empregador na Relação Anual de Informações Sociais (Rais), ano-base 2016.

O valor que cada trabalhador tem para sacar depende de quanto tempo ele trabalhou formalmente em 2016. Quem trabalhou o ano todo recebe o valor cheio, que equivale a um salário mínimo (R$ 954). Quem trabalhou por apenas 30 dias recebe o valor mínimo, que é R$ 80.

Se não for sacado, o valor retornará para o Fundo de Amparo ao Trabalhador (FAT) para pagamento de seguro-desemprego e do abono salarial do próximo ano.

Fonte: G1

#sindnews

Posts recentes

Ver tudo

Seguir:

Endereço

Telefone

(15) 3229.2990

Sugestões, dúvidas ou reclamações?

Preencha o formulário abaixo