• Sindicato dos Bancários

Campanha Salarial 2018 - Caixa Federal afirma não ter autorização para pagar PLR social


Os representantes da Caixa Federal afirmaram que o banco não tem autorização para pagar a PLR Social, durante a segunda rodada de negociação da pauta específica, realizada nesta sexta-feira (20), em Brasília. E mais: disseram que a Caixa Federal irá seguir tão somente a regra básica da PLR da Fenaban (Federação Nacional dos Bancos), a ser negociada com o Comando Nacional dos Bancários. Quanto à reivindicação de um delta por ano por antiguidade, a Caixa Federal não concordou. Os representantes do banco público informaram que será mantido o atual modelo, que prevê um delta por antiguidade a cada dois anos e discussão anual da sistemática por mérito. A Caixa Federal negou reduzir as taxas de juros e os valores das tarifas para os empregados.

No que se refere aos pontos da pauta da segunda rodada (saúde e condições de trabalho), os sindicatos reivindicaram novamente o fim dos descomissionamentos arbitrários, inclusive de gestantes, e a manutenção da titularidade da função dos empregados afastados para tratamento de saúde. Os sindicatos reivindicaram ainda garantia de ampla defesa dos empregados nos processos disciplinares; hoje, inclusive, quem entra com recurso corre o risco de agravar a situação. Os representantes da Caixa Federal não se manifestaram sobre esses pontos. Porém, não aceitaram o fim do Caixa Minuto.

Os sindicatos reivindicaram também o não fechamento de unidades, principalmente em cidades pequenas e bairros periféricos. Os representantes da Caixa Federal disseram que o processo está suspenso. “Está claro que é hora de mobilização”, analisa o dirigente sindical Carlos Augusto (Pipoca), que representou a Federação dos Bancários de SP e MS na mesa de negociação.

3ª rodada: Dia 26 de julho. Pauta: Saúde Caixa e Funcef.

Fonte: Contraf-CUT

#caixafederal

Seguir:

9 9784-7687

Endereço

Telefone

(15) 3229.2990

Sugestões, dúvidas ou reclamações?

Preencha o formulário abaixo