• Sindicato dos Bancários

Confiança do consumidor cai em 2017 e fecha em 40,9 pontos, diz SPC Brasil


Os dados mostram que a situação financeira está negativa para 84% dos brasileiros, mas 53% estão mais otimistas quanto às finanças pessoais do futuro

Segundo indicador de confiança do Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil), a confiança do consumidor fechou 2017 em 40,9 pontos, mantendo-se praticamente estável na comparação com 2016, quando marcou 41,9 pontos.

Os dados mostram que a situação financeira está negativa para 84% dos brasileiros, mas 53% estão mais otimistas quanto às finanças pessoais do futuro. Segundo o presidente da SPC Brasil, Roque Pellizzaro Junior, declarou que espera um processo de recuperação da economia para os próximos meses, “já em curso”.

“O reestabelecimento da confiança, a geração de empregos e crescimento da renda são fatores fundamentais para esse processo de saída da recessão, pois favorecem a retomada do consumo, alimentando o ciclo virtuoso da economia”, apontou Pellizzaro.

O Indicador de Percepção do Cenário Atual mostrou que houve estabilidade na conclusão do ano, saindo de 29,6 pontos para 29,9 pontos. Dos entrevistados, 13% têm uma visão neutra a respeito do futuro das finanças.

O desemprego ainda é o principal empecilho para a mudança de percepção. 33% das pessoas atribuem à desocupação a principal causa do pessimismo. Além disso, a dificuldade em pagar as contas também pesa em 33% na avaliação dos entrevistados. A queda da renda familiar ficou em 14%, enquanto 13% atribuíram a situação negativa a imprevistos.

Evolução do indicador em 2017:

Mês - Pontos Janeiro - 41,9 Fevereiro - 41,4 Março - 42,3 Abril - 40,5 Maio - 41,5 Junho - 39,4 Julho - 41,4 Agosto - 42,3 Setembro - 41,3 Outubro - 42,1 Novembro - 41,9 Dezembro - 40,9

Fonte: Correio Braziliense

#sindnews

Seguir:

9 9784-7687

Endereço

Telefone

(15) 3229.2990

Sugestões, dúvidas ou reclamações?

Preencha o formulário abaixo