Ministério do Trabalho lança aplicativo para ajudar na busca por emprego


BRASÍLIA - Em meio ao cenário de elevado desemprego, o Ministério do Trabalho lançou hoje o aplicativo "Sine Fácil" para que os trabalhadores possam buscar vagas disponíveis no Sistema Nacional de Emprego (Sine) por meio de celulares e tablets. A ferramenta ainda vai permitir aos brasileiros acompanhar os pagamentos do seguro-desemprego e acessar informações sobre o abono salarial, entre outros serviços.

Pelo Sine Fácil, o trabalhador poderá consultar vagas de emprego de qualquer local e em qualquer horário Foto: Marcos Santos/USP-Imagens

"Temos 13 milhões de pessoas que estão desesperadamente buscando oportunidade de trabalho. Certamente alguns deles não conseguem vaga pela ausência de agência Sine. Agora eles poderão ter acesso a essas vagas disponíveis", afirmou o ministro do Trabalho, Ronaldo Nogueira. De acordo com o ministro, o Sine oferece 50 mil vagas diárias.

O aplicativo já está disponível para smartphones com sistema Android, que representam quase a totalidade do público-alvo do Sine. No futuro, haverá suporte também para iOS. Segundo o ministro trata-se de uma iniciativa para "melhorar as relações de trabalho" e dar mais eficiência à prestação de serviços.

A ferramenta foi desenvolvida pela Dataprev e vai proporcionar uma redução na pressão que existe hoje sobre a rede de atendimento do Sine. O sistema conta com 51,2 milhões de trabalhadores cadastrados e realiza cerca de 300 mil atendimentos diários, mais da metade deles sobre seguro-desemprego e intermediação de mão de obra.

"Haverá diminuição da pressão sobre a rede de atendimento, e o trabalhador não precisa se deslocar, pagar passagem, para ir a uma unidade do Sine", destacou o gerente do Dataprev Flávio Ronison Sampaio. Além disso, o aplicativo vai permitir o acesso em locais onde não há agências Sine.

Pelo Sine Fácil, o trabalhador poderá consultar vagas de emprego de qualquer local e em qualquer horário, de acordo com seu perfil profissional, bem como agendar entrevistas com empregadores. A ferramenta permite ainda acompanhar a situação do benefício do seguro-desemprego. Numa segunda fase, a ideia é expandir o cardápio de serviços disponíveis por meio do aplicativo.

Para os empregadores, por sua vez, o aplicativo vai permitir verificar currículos e selecionar trabalhadores para participar de processos seletivos.

Segundo os técnicos do Dataprev, 1,4 milhão de trabalhadores já tem o "QR Code", uma espécie de código de barras que serve de código de acesso, necessário para que o trabalhador possa utilizar o aplicativo. Quem ainda não tem o código pode obtê-lo no portal Emprega Brasil (empregabrasil.mte.gov.br), também lançado hoje, nas unidades de atendimento do Sine, no termo de homologação da rescisão contratual ou na solicitação do seguro-desemprego.

Após instalar o aplicativo, o trabalhador deverá digitalizar o código utilizando a câmera fotográfica. O código de acesso é individual, e o sigilo de informações é garantido, destacou Sampaio.

Fonte: O Estado de S.Paulo

#sindnews

Posts recentes

Ver tudo

Seguir:

Endereço

Telefone

(15) 3229.2990

Sugestões, dúvidas ou reclamações?

Preencha o formulário abaixo