• Sindicato dos Bancários

O QUE DEUS QUER DE MIM É CORAGEM!!!!!


Texto postado por funcionária do Banco do Brasil no facebook em 22/11/2016

"O QUE DEUS QUER DE MIM É CORAGEM..."

Se for definir em uma palavra tudo que está acontecendo seria "Resiliência"

Como ser forte em um momento que tudo te leva a fraquejar, a ser pessimista, a perder a fé e a esperança.

Como motivar colegas que perderam o chão e não conseguem ver luz no fim do túnel se minha situação é parecida.

Não vou achar culpados. Não quero julgar ou defender esse ou aquele. O que tenho que fazer é ter resiliência para mais uma vez superar esse momento.

Hoje percebo o grande amor de Deus por mim. Há tempos ele me prepara para esse momento.

Para falar a verdade, desde que vim ao mundo. Pois os desafios são desde que nasci e em um procedimento médico perdi o movimento de meu braço direito. Não me recordo mas com certeza foi ali que Deus sussurou pela primeira vez ao meu ouvido que ele esperava que fosse forte. Ficaria horas relatando todo tipo de desafios, lutas, preconceitos e situações onde tive que respirar fundo e buscar força e coragem meio a sentimentos que me levavam a perder a fé. Confesso que ao longo da vida eu perdi quase tudo: Pessoas que amava de mais como mãe, avo e melhor amigo, amores, bens materiais, amigos que até hoje vivem mas que não convivemos mais... Mas minha fé Eu não perco nunca. Quantos milagres! Quantos anjos Deus colocou em minha vida! Quantas alegrias! Quantos momentos triste e situações que parecia o fim ele permitiu que eu superasse.

Hoje acordo de madrugada com uma sensação de não saber como será daqui pra frente, uma sensação que me leva a crer que Deus me ama muito e me prepara para viver intensamente esse momento de transformação.

E situação e o momento leva a crer que deixaria de ser borboleta e voltaria a ser lagarta. Meu Deus me diz que é o contrário: Que todo esse tempo que pensei que estava voando na verdade rastejava e que AGORA sim vou começar a voar!

Digo isso tudo porque ontem ao chegar na agência onde trabalho descobrimos que meu cargo de gerente de relacionamento foi extinto. Terei que me "Realocar"

Minha história com o banco é de muito amor!

-Com 4 anos sentada no colo de minha avó em meio a pobreza e falta de esperança eu disse: Um dia vou trabalhar no banco vó e tudo isso vai passar!

- Depois de ter sido escolhida em um processo seletivo em uma dessas lojas de departamento em Umuarama fui automaticamente dispensada quando viram minha deficiência!

- Tomei a decisão de fazer o concurso do Banco como pessoa com deficiência e usei sim o sistema de cotas. Minha limitação não me limitar, existe sim preconceito e bulling.

Em um outro momento de reestruturação fui transferida para uma agência onde éramos em 8 funcis e já tinha um colega com deficiência e fui convidada à não ir. E mesmo assim eu fui. Sabendo que era vinda e não bem vinda. Em menos de 30 dias o gestor da época reconheceu que foi um equívoco e bati um bolão enquanto estive na agência. - Hoje tenho quase 10 anos na mesma agência Um lugar onde fui acolhida, quando cheguei não conhecia praticamente ninguém e hoje conheço todo mundo. Amo o que faço e fui além. Não me fechei no meu mundinho. Eu fui em busca dos meus sonhos e descobri que meus sonhos são coletivos. Nunca sonhei algo só pra mim. Talvez seja por isso que não tenho muitos bens materiais. Mas sei também que o que se leva dessa vida é a vida que a gente leva.

O banco me oportunizou acreditar que voava. Tive bolsa de graduação, pós graduação e inglês. Conheci as entidades ligadas ao banco e tive e tenho a oportunidade de participar ou ter participado de algumas: ANABB- Coordenei o grupo de cidadania e responsabilidade sócio ambiental 2012/2015 ELEIÇÃO DE PREVI APABB - Atualmente Diretora para o biênio 2017/2018 VOLUNTÁRIA: Em projeto com reconhecimento da ONU/PNUD. OTIMISTA: Através do grupo Funcis BB OTIMISTAS hoje tenho amigos pra vida toda.

De certa forma eu voei!

Esse novo momento só me dá a certeza de ser muito grata ao Banco do Brasil por ter permitido sonhar e acreditar que vou vencer mais esse desafio. Alguns vão dizer que sou otimista! SOU Outros irão dizer que minha ficha ainda não caiu! NÃO EU prefiro acreditar que é uma oportunidade de crescimento pessoal e de mais uma vez superar com resiliência pois:

"O QUE DEUS QUER DE MIM É CORAGEM"

Rosinéia Balbino

Funcionária do Banco do Brasil

#bb

Seguir:

9 9784-7687

Endereço

Telefone

(15) 3229.2990

Sugestões, dúvidas ou reclamações?

Preencha o formulário abaixo