• Sindicato dos Bancários

Chapa 7 vence eleições na Funcef


O índice de participação (52,4%) foi o segundo maior desde 2002, quando associados conquistaram o direito de escolher representantes nas instâncias de decisão da Fundação. A Chapa 7 foi a vencedora, com 21.275 votos

Com 21.275 votos, a Chapa 7 - Controle e Resultado venceu as eleições para os Conselhos Deliberativo e Fiscal da Funcef. As demais tiveram a seguinte votação: Chapa 6 - SOS Funcef Quem Mexeu no meu Dinheiro?, 18.215 votos; Chapa 2 - Gestão e Participação, 11.964; Chapa 5 - Funcef pra Gente, 8.959 votos; Chapa 1 - Auditores de Olho na Funcef, 5.322; Chapa 4 - Independência e Conhecimento na Funcef, 2.697; e Chapa 3 - Reage Funcef, 1.245 votos. Foram registrados ainda 791 votos em branco e 347 nulos.

Votaram 70.815 participantes e assistidos, o que significa 52,4% dos 135.202 que estavam aptos. Entre os empregados ativos da Caixa Econômica Federal, o índice chegou a 58,3% (53.397 dos 91.552 aptos), enquanto que 41,1% dos aposentados e pensionistas exerceram esse importante direito (16.577 dos 40.303 aptos). Também votaram 406 funcionários da Fundação, 238 autopatrocinados e 137 trabalhadores do banco que estão cedidos.

O índice de participação este ano (52,4%) foi o segundo maior desde 2002, quando associados conquistaram o direito de escolher representantes nas instâncias de decisão da Funcef. Em 2006, 53,03% dos aptos votaram. Nas eleições de 2002 e 2010, os índices foram de 46,7% e 46,37%, respectivamente. Em 2014, 39,36% dos aptos participaram. Já os menores índices foram registrados em 2012 (29,95%) e em 2008 (23,90%). Em números absolutos, evidentemente, esse foi o pleito com maior participação.

A campanha Meu Voto, Nosso Direito cumpriu o papel de mobilizar os participantes e assistidos da Funcef. Esse, sem dúvida, foi o grande avanço dessas eleições. Os assistidos entenderam o recado e enriqueceram o processo democrático, que não para por aqui. É fundamental que todos acompanhem de perto a gestão do nosso fundo de pensão.

Fabiana Matheus, coordenadora da Comissão Executiva dos Empregados (CEE/Caixa) e diretora de Administração e Finanças da Fenae, reforça que a escolha de representantes nos Conselhos e na Diretoria da Fundação precisa ser valorizada. “Foram mais de 20 anos lutando para conquistar esse direito, que está sob ameaça com pautas bombas no Congresso Nacional. Temos que manter essa conscientização dos participantes e assistidos, a fim de intensificarmos a resistência aos retrocessos que querem impor”, alerta.

Meu Voto, Nosso Direito A campanha Meu Voto, Nosso Direito foi fruto do desejo dos funcionários e representantes sindicais. O conceito partiu do individual para o coletivo, demonstrando como a participação de cada um repercute no futuro de milhares de pessoas. Foram realizadas ações nas redes sociais e em diversas regiões do país para difundir informações sobre o processo eleitoral e despertar o interesse pelo voto.

Fonte: Agência Fenae

#caixafederal

Seguir:

9 9784-7687

Endereço

Telefone

(15) 3229.2990

Sugestões, dúvidas ou reclamações?

Preencha o formulário abaixo