Petrobras obtém empréstimo de US$ 1 bilhão com banco chinês


A Petrobras assinou, na última segunda-feira (9), termo de compromisso com o China Exim Bank para financiamento no valor de US$ 1 bilhão.

De acordo com comunicado da petroleira, a negociação já foi iniciada e a ideia é que haja a antecipação da captação de recursos, antes prevista para 2017.

O acordo está relacionado a contratos de fornecimento de equipamentos e serviços da Petrobras com fornecedores chineses. A empresa tem partes de plataformas em construção no país asiático.

"A operação faz parte da estratégia financeira da Petrobras de diversificar suas fontes de financiamento", disse a companhia em comunicado ao mercado.

No fim de fevereiro, a empresa anunciou a obtenção de financiamento novalor US$ 10 bilhões com o Banco de Desenvolvimento da China.

A empresa busca novas formas de financiamento, ao mesmo tempo em que realiza um plano de venda de ativos considerados menos relevantes. O objetivo é reduzir a dívida da estatal, que está entre as maiores do mundo, e tocar projetos caros de exploração e produção de petróleo, sobretudo no pré-sal.

Em relatório divulgado em março, a Petrobras reportou prejuízo recorde de R$ 34,8 bilhões em 2015. O balanço refletiu, entre outras coisas, o impacto da queda do petróleo e a reavaliação do valor de ativos com base na redução do preço do barril.

DÍVIDA

A dívida da empresa na ocasião era de R$ 492,8 bilhões, alta de 40% em relação à do final de 2014. A desvalorização do real no período foi determinante para a alta, já que a maior parte dos créditos à empresa são tomados em moeda estrangeira.

A empresa conseguiu, no entanto, reduzir em 5% seu endividamento em dólar e alongar o prazo médio de pagamento dos débitos. O custo da dívida ficou maior no período —subiu de 5,6% para 6,3% ao ano.

Fonte: Folha de SP

#sindnews

Seguir:

Endereço

Telefone

(15) 3229.2990

Sugestões, dúvidas ou reclamações?

Preencha o formulário abaixo