• Sindicato dos Bancários

Declaração de bens exige atenção especial no Imposto de Renda


Tudo na declaração do IR é importante, mas o fisco dá atenção especial aos bens e aos direitos que integram o patrimônio do contribuinte.

Por isso, o contribuinte deve ficar atento ao informar seus bens e direitos. É nessa ficha que ele mostrará ao fisco se seu patrimônio aumentou ou diminuiu, ou seja, se está mais rico ou mais pobre.

Para evitar transtornos, é importante que o contribuinte, após preencher a declaração, faça uma análise criteriosa da variação patrimonial de um ano para o outro.

O objetivo é verificar se os bens que estão na declaração condizem com sua renda, ou seja, se os rendimentos tributados, os isentos, os não tributados e os tributados apenas na fonte são suficientes para justificar o acréscimo patrimonial declarado.

Aumento de patrimônio sem renda compatível também pode ser um indício de sonegação. Isso ocorre, por exemplo, se alguém ganhou R$ 200 mil no ano e teve aumento de patrimônio no mesmo valor (ou até maior).

Se esse contribuinte não teve outras rendas (ganho em loterias, vendeu bens, recebeu herança), a conta "não fecha". Assim, é preciso atenção ao declarar bens para não ter problemas com o leão.

Fonte: Folha de S.Paulo

#sindnews

Seguir:

9 9784-7687

Endereço

Telefone

(15) 3229.2990

Sugestões, dúvidas ou reclamações?

Preencha o formulário abaixo