Mercado vê inflação abaixo de 7% e contração do PIB de 3,88% neste ano


Economistas e instituições financeiras consultados pelo Banco Central cortaram novamente a projeção para a inflação neste ano e pioraram as perspectivas para a atividade econômica do país.

De acordo com o Boletim Focus, pesquisa semanal do BC, o índice oficial de preços fechará o ano com avanço de 6,98%, queda em relação à projeção de 7,08% da semana anterior. Quatro semanas atrás, a expectativa era de inflação de 7,31%.

Para 2017, a projeção também recuou, passando de 5,93% na semana passada para 5,80% nesta semana, abaixo do teto da meta estabelecida pelo CMN (Conselho Monetário Nacional) para o próximo ano, que é de 4,5% com 1,5 ponto percentual para cima ou para baixo.

Os economistas projetaram ainda retração da atividade econômica maior neste ano, embora tenham revisado levemente para cima a perspectiva para o PIB (Produto Interno Bruto) em 2017.

A expectativa é que o Brasil tenha contração de 3,88% do PIB neste ano, contra previsão anterior de queda de 3,80%. Em 2017, a estimativa é de leve alta de 0,30%, ante 0,20% na semana passada.

A projeção para a taxa de câmbio foi mantida em R$ 3,80 para o final deste ano e em R$ 4 para 2017.

Em relação à taxa básica de juros (Selic), a expectativa é que encerre o ano em 13,25%, ante previsão de 13,38% no boletim passado. Para 2017, o mercado reduziu a projeção de 12,25% para 12%.

Fonte: Folha de SP

#sindnews

0 comentário