Saúde Bradesco não funciona em cidades da região e BMB quer adotá-lo como plano de saúde de seus fun


Se você é usuário do seguro Bradesco e está em Sorocaba não encontrará nenhuma dificuldade.

Porém, se estiver nas cidades vizinhas, a situação complica muito.

Precisando de um atendimento específico, você procura pela lista credenciada e usando o telefone, entra em contato para marcar uma consulta. Neste momento começam seus problemas, pois a resposta que recebe da atendente é a de que aquele profissional não atende mais este plano de saúde.

As piores cidades em termos de credenciamento são: São Roque, Itapetininga, Itu, Salto e todas as demais de pequeno porte, com poucos habitantes. E este é o maior motivo pela falta de credenciamento.

Recentemente, um cidadão pediu para ser visitado por um representante do Saúde Bradesco, pois tinha interesse em tranquilizar seus familiares. O representante do plano de saúde chegou pedir R$ 1.500,00 por pessoa, o mesmo preço pedido para uma ex-funcionária do banco Bradesco, afastada e aposentada por doença ocupacional. O representante do plano de saúde pediu essa quantia para não atender à solicitação, pois “plano individual não interessava ao banco”, dizia ele.

Banco Mercantil quer trocar Unimed por Saúde Bradesco

No dia 4 de abril, o problema do Saúde Bradesco começou a assombrar também os funcionários do Banco Mercantil do Brasil (BMB), pois esse banco se mostrou disposto a trocar o plano de saúde de seus funcionários – hoje Unimed – para o Saúde Bradesco.

Sabendo da pretensão do BMB através de reclamações de funcionários do banco, a diretoria do Sindicato dos Bancários de Sorocaba e Região agiu rápido e fez uma pesquisa com os funcionários do BMB para saber o que achavam da troca do plano de saúde. O resultado – que mostrava claramente que os funcionários não queriam a troca – não foi surpresa alguma para o sindicato.

Com os dados da pesquisa em mãos, Julio Cesar Machado, presidente do sindicato, entrou em contato com o RH do BMB para informar a opinião dos funcionários. “Como integrante da diretoria da Federação dos Bancários de SP/MS, afirmo que a dificuldade enfrentada pelos usuários do Saúde Bradesco em nossa região é a mesma enfrentada nas demais 23 bases dos demais sindicatos que compõe a FEEB SP/MS. Ou seja, fora de grandes cidades, o plano não funciona. Vamos continuar na luta pelos funcionários do BMB, para que o banco não troque o plano de saúde”, diz Julio.

SEEB Sorocaba

#1 #sindnews

0 comentário