Em greve, servidores protestam em frente ao Paço Municipal


Em greve, os servidores públicos municipais protestam em frente ao Paço Municipal de Sorocaba por reajuste salarial. Com cartazes e apitos, mais de 3 mil trabalhadores participam da manifestação, segundo o sindicato, na manhã desta quarta-feira (23). A Polícia Militar (PM) ainda não fez uma estimativa da adesão. A maioria dos manifestantes veste roupas pretas. Apesar da liminar concedida pela Vara da Fazenda Pública da Comarca para que 50% dos serviços essenciais (saúde, educação, segurança e ações de combate ao mosquito Aedes aegypti) continuem funcionando, representantes do sindicato da categoria afirmam que está sendo mantida 30% da categoria nos setores considerados estratégicos. O sindicato também diz que cerca de 60% de todos os trabalhadores participam da greve, que não tem data para acabar. Com um carro de som, os manifestantes dizem que esta situação só chegou neste ponto por conta do prefeito Antonio Carlos Pannunzio que não firmou um acordo com os trabalhadores. Os servidores públicos municipais reivindicam reajuste de 10,6% de seus salários referente a correção da inflação acumulada no ano. Já a Prefeitura oferece reajuste de 3,5% retroativos a janeiro e mais 2,5% em agosto. A Guarda Civil Municipal (GCM) faz a segurança do Paço. Por ser considerado serviço essencial, os guardas não podem cruzar os braços e, por isso, foram ovacionados pelos manifestantes. O sindicato da categoria informou que a maioria das escolas e creches está 100% em greve, assim como a Biblioteca Infantil. Funcionários do Centro Operacional do Saae e do Centro de Zoonoses também estariam paralisados. Os trabalhadores dizem que estão sofrendo assédio moral. Os postos de saúde e as unidades básicas de saúde só atendem urgência e emergência.

Fonte: Cruzeiro do Sul

#2 #sindnews

Seguir:

Endereço

Telefone

(15) 3229.2990

Sugestões, dúvidas ou reclamações?

Preencha o formulário abaixo